Amazon Alexa

Alexa fora de casa, uma realidade possível?

Sofia Aureli, editado por Liliane Nakagawa 25/09/2019 13h09
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Amazon pode levar sua assistente virtual para além da casa smart, mas o caminho a ser percorrido ainda é longo

É cada vez mais comum um estilo de vida que permeia o uso de assistentes de voz no dia-a-dia. Dentro de casa, temos a Alexa que está presente na residência de inúmeros usuários e se tornou essencial no cotidiano desde ligar e desligar as luzes, mudar os canais da TV ou ajustar alarmes para cozinhar. A presença da assistente é constante com exceção de um momento: o de sair de casa.


Com uma cultura forte no que diz respeito à assistentes digitais e a lacuna deixada pela Alexa no momento em que deixamos a smart casa, uma das hipósteses mais concretas para o lançamento de hardwares da Amazon desta quarta-feira (25) é um aparelho que leva a Alexa para fora de casa.

Algumas reportagens sugerem que a empresa está trabalhando em fones de ouvido com a tecnologia da assistente. Vale lembrar que a Amazon já rascunha a ideia de expandir a Alexa, desde que realizou a integração da inteligência com o Echo Auto.

Além dos fones, a Amazon poderá revelar em breve algum acessório para medir a saúde. A Bloomberg reportou no começo do ano que a empresa está trabalhando em um bracelete equipado com microfones que podem interpretar as emoções da pessoa que o utiliza de acordo com sua voz. O aparelho poderia incluir uma integração com a Alexa, colocando-se contra a concorrência do Apple Watch. Vale lembrar que a Amazon já começou a se dedicar para à assistência de saúde virtual, logo, um acessório de saúde para seus usuários é um possível próximo passo.

Apesar do grande potencial de aceitação social das assistentes de voz, a companhia ainda precisa abordar muitos pontos com a Alexa para trazê-la para fora da sala de estar.

Algumas reportagens sugeriram que a Amazon está trabalhando em um dispositivo robô com rodas que pode ser controlado pela Alexa e te acompanhar pela casa. Além dessa suposta solução, a Amazon acabou de revelar uma grande aliança com compatibilidade de assistentes de voz. É uma parceira com mais de 30 companhias diferentes, o que significa que a Alexa vai poder dialogar com outros assistentes digitais, como já ocorreu antigamente com a Cortana (Microsoft).

No entanto, Google e Apple ficaram de fora do acordo, deixando as grandes empresas de smartphone fora da conversa. Sem a presença destes dois, a capacidade da Alexa em transitar entre os dispositivos pode ser cada vez mais difícil. Afinal, são mais de 1.4 bilhões de dispositivos iOS que incluem a integração com a Siri (Apple) e mais de 2 bilhões de Android’s com acesso ao Google Assistente. Dito isso, a Amazon enfrentará grandes obstáculos caso realmente queira levar a Alexa para as ruas.

Por enquanto, a Amazon está de olho em novos dispositivos e acessórios com a inteligência Alexa, ao mesmo tempo que realizam grandes parcerias. O objetivo é de convencer os consumidores de que sua assistente pode ir além dos comandos dentro de casa e se tornar essencial, também, nas tarefas diárias.

 

Fonte: The Verge

Hardware Amazon Siri echo google assistente comando por voz alexa
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você