App Store muda diretrizes e abre caminho para Stadia e xCloud

Os streamings de jogos terão que desenvolver um app específico para cada game; Microsoft criticou a manobra da Apple e disse que esta não é a essência de um serviço de streaming

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 14/09/2020 13h43
Jogo no celular
A A A

A Apple abriu o caminho para que os jogos dos serviços de streaming Google Stadia e Microsoft xCloud fiquem disponíveis na App Store, na última sexta-feira (11), após rever as diretrizes do app de vendas. No entanto, apesar de permitidos, eles terão que seguir algumas regras.


Os streamings de jogos devem seguir algumas regras impostas pela empresa de Cupertino. Uma delas é que os jogos oferecidos por cada serviço deverão ser baixados diretamente da App Store, não de um aplicativo independente.

Os desenvolvedores até podem criar uma espécie de “aplicativo de catálogo” de jogos dedicados ao Stadia ou xCloud, por exemplo, mas o app de catálogo deve ser vinculado a uma página de produto individual que vai ser carregada direto na App Store.

Por exemplo, se o serviço de streaming possui 100 jogos disponíveis, cada um deles deverá ser listado individualmente na App Store. Além disso, os desenvolvedores devem usar o sistema de processamento de pagamento da Apple, que terá direito a 30% da receita.

Ymgerman/iStockApple puniu fortemente a Épic Games por ter criado um sistema de pagamento fora da App Store. Créditos: Ymgerman/iStock

“Os jogos oferecidos em uma assinatura de serviço de jogo de streaming devem ser baixados diretamente da App Store, devem ser projetados para evitar pagamento duplicado por um assinante e não devem prejudicar os clientes não assinantes”, informou a Apple.

Embate entre gigantes

De acordo com a Microsoft, o novo método continua promovendo uma experiência ruim para os usuários. “Os jogadores querem pular diretamente para um jogo de seu catálogo curado em um aplicativo, assim como fazem com filmes ou músicas, e não são forçados a baixar mais de 100 aplicativos para jogar jogos individuais da nuvem”, disse a empresa. O Google, que é desenvolvedor do Stadia, não quis comentar sobre a manobra da Apple.

A empresa de Cupertino tem sofrido diversas críticas em relação à política aplicada na App Store. Os desenvolvedores de aplicativos argumentam que a Apple possui muito controle sob quais softwares rodam em iPhone, e ainda alertam sobre o controle financeiro que a empresa possui sob os apps.

As novas regras, apesar de parecerem um avanço para distribuição mais ampla de apps, ressaltam a tensão constante entre desenvolvedores e a Apple. Os serviços de streaming de jogos querem atuar de forma livre, como a Netflix e Spotify. A Apple, por sua vez, diz que precisará revisar cada jogo individualmente e quer que cada jogo seja disponibilizado individualmente, podendo ser avaliado e até mesmo gerenciado com o ScreenTime e outros apps de controle dos pais.

Fonte: Engadget

Microsoft iPhone Google Apple xcloud Stadia Google Stadia
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você