Como cada fabricante de celulares está planejando sua chegada às redes 5G

Saiba quais são os planos das fabricantes para seus primeiros smartphones compatíveis com a próxima rede de telefonia móvel.

Na semana passada, a fabricante de chips Qualcomm apresentou seu mais recente processador Snapdragon 855 , que permitiria que muitos telefones futuros se conectassem à mais recente geração de tecnologia de transmissão de dados, o já popular 5G .

A maior onda inicial de implementação do 5G provavelmente ocorrerá em 2019 e 2020, muito possivelmente em alguns países da Ásia, Europa e EUA. E as operadoras em todo o mundo já estão lançando as bases para a implantação de antenas e infraestrutura para que a tecnologia comece a ganhar o mercado.

Embora seja verdade que muitos setores se beneficiarão da conectividade (bem) mais rápida - carros autônomos, drones, realidade virtual e a Internet das coisas, para citar alguns - a maioria das pessoas provavelmente experimentará os benefícios de uma rede 5G robusta bem mais para frente. Afinal, as grandes promessas que a Qualcomm e as operadoras estão fazendo com a cobertura desta rede começarão em regiões mais restritas e tendem a se expandir conforme a infraestrutura ganhar ganho de escala.

Para que você possa se programar sobre a chegada dos primeiros celulares 5G, listamos o que os principais fabricantes de celulares anunciaram (e também o que não anunciaram), sobre seus planos para a nova rede de telefonia móvel.

Apple

A Apple não tem pressa para lançar um iPhone 5G - não espere um em 2019 ou até mesmo em 2020. A empresa, geralmente, não é o primeira a seguir tendências móveis, preferindo aperfeiçoar uma tecnologia emergente antes de se comprometer com ela. Lembre-se que ela começou atrás de seus concorrentes na fabricação de telefones com conectividade 3G e 4G LTE.

Portanto, poderá haver uma enxurrada de telefones Android 5G em 2019, mas não espere que a Apple aceite isso tão rapidamente. 2020 seria uma aposta mais razoável caso a rede se expanda de uma forma aceitável. E 2021 seria uma data mais segura para a chegada de um "iPhone XPTO 5G". 

Samsung

Em agosto deste ano, a Samsung disse que está trabalhando com empresas de telecomunicações sul-coreanas para lançar seu primeiro telefone 5G, acrescentando que este dispositivo não será o esperado Galaxy S10. Em vez disso, rumores indicam que o dispositivo pode ser o Galaxy S10 Plus. A Coreia do Sul deverá implementar sua primeira rede 5G em março de 2019.

Enquanto isso, a Samsung lançará vários telefones 5G nos EUA também. A AT&T anunciou que vai subsidiar dois telefones deste padrão da marca até o segundo semestre de 2019. A Verizon e a Sprint também confirmaram que farão uma parceria com a fabricante de celulares para lançar telefones 5G até o próximo ano.

Google

O Google não revelou seus planos para a rede 5G. O que se sabe é que a Verizon informou que está planejando lançar sua rede 5G no início de 2019 , semelhante a outras operadoras.

Mas o que isso tem a ver com o Google? Nos últimos anos, a companhia escolheu a Verizon como sua parceira exclusiva entre as operadoras para seus telefones da linha Pixel, incluindo o novo Pixel 3 -  embora a empresa também venda o celulardesbloqueado, inclusive em seu primeiro serviço de telecomunicações, o Google Fi.

Isso poderia significar que o próximo carro-chefe do Google, supostamente chamado de Pixel 4, poderia ser um telefone 5G. Se mantiver o cronograma habitual de lançamento da linha, o Pixel 4 5G será lançado em outubro de 2019.

LG

Em agosto, a LG confirmou que seu primeiro telefone 5G nos Estados Unidos  estreará em uma parceria com a Sprint, no primeiro semestre de 2019, mesmo período em que a operadora lança sua rede 5G.

John Tudhope, diretor de portfólio de produtos da Sprint, disse apenas que o aparelho será um telefone premium. Mais recentemente, no entanto, o vice-presidente de desenvolvimento 5G da Sprint Business, Mishka Dehghan, disse que o telefone terá uma aparência distinta e que "você saberá que é um dispositivo 5G".

Lenovo / Motorola

Em agosto, a Lenovo revelou o Motorola Moto Z3, um telefone que “pode” usar a rede 5G. Ele só se conectaria à rede com um acessório da famosa linha Moto Snap. Ou seja, basta plugar na traseira do aparelho por meio dos seus conectores magnéticos. Com esse módulo, a Motorola diz que o telefone entregará dados 10 vezes mais rápido que outros dispositivos 4G LTE. Como ela somente anunciou e ainda não lançou, não se sabe o preço ainda. Nem sua data de lançamento.

Quanto a um telefone Motorola que não precise de um acessório do gênero para se conectar ao 5G, a empresa está trabalhando para fabricar esse dispositivo, mas teremos que esperar muito mais tempo. Doug Michau, diretor de vendas técnicas e operações da Motorola Mobility, deu a entender que o dispositivo nem chegue em 2019. Mais especificamente, Michau disse que lançará com mais certeza "em menos de três anos, mas ainda sem data específica".

Huawei

Durante o Mobile World Congress, que aconteceu em Shanghai, em junho, a Huawei prometeu que seu primeiro telefone 5G estará à venda "antes do final de junho de 2019", depois de lançar seu primeiro processador e modem 5G Kirin, em março de 2019. Como se isso não fosse novidade suficiente, a empresa confirmou que o telefone 5G também terá uma tela dobrável .

OnePlus

Em outubro, o CEO da OnePlus, Pete Lau, disse que seu primeiro telefone 5G, provavelmente, estará disponível primeiro para operadoras européias.

Um mês depois, a Qualcomm confirmou que o OnePlus realmente terá um telefone 5G por meio da operadora britânica de telefonia EE. A rede abrangerá 16 cidades do Reino Unido em 2019, começando por Londres, Cardiff, Edimburgo, Belfast, Birmingham e Manchester.

O telefone 5G será lançado em 2019 e vai usar o mais recente  chipset Snapdragon 855 da Qualcomm. O telefone também não faria parte da linha de produtos premium da OnePlus. Em vez disso, seria um telefone construído especificamente para aproveitar a rede de alta velocidade.

Nokia

Embora a Nokia não seja a gigante dos celulares há 15 anos, ela ainda está tomando medidas para ter um bom futuro no 5G. Em julho, anunciou uma parceria de US $ 3,5 bilhões com a T-Mobile, que inclui o aproveitamento da faixa de frequência de 600 MHz que a operadora usará para sua rede 5G. Telefones com esta tecnologia, originados a partir desta parceria, são esperados para 2019.

A Nokia também se beneficiará da rede 5G de outras maneiras. Além da Qualcomm e da Ericsson, a empresa detém os direitos de patente da tecnologia 5G e pode faturar até US $ 3,50 por smartphone vendido que tenha esse padrão de conectividade.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ