LinkedIn começa a testar ferramenta de stories no Brasil

Por enquanto, a nova funcionalidade será testada por algumas empresas selecionadas e deve ser liberada para todas as marcas nas próximas semanas

Victor Pinheiro, editado por Fabiana Rolfini 14/04/2020 13h15
LinkedIn
A A A

O LinkedIn anunciou nesta terça-feira (14) o lançamento do LinkedIn Stories no Brasil, que será o primeiro país a testar o novo recurso. A ferramenta vai permitir que páginas corporativas e usuários da plataforma compartilhem conteúdos por meio de imagens e vídeos de até 20 segundos. Assim como no Facebook, Instagram e WhatsApp, os materiais produzidos ficarão disponíveis por 24 horas.


Por enquanto, a nova funcionalidade será testada por algumas empresas selecionadas, entre elas o Olhar Digital. Ainda hoje devemos publicar detalhes sobre a nossa experiência com a nova ferramenta da rede social profissional.

De acordo com a nota da empresa, o recurso deve ser liberado para todas as marcas nas próximas semanas e somente os seguidores brasileiros das páginas poderão visualizar o conteúdo publicado. O LinkedIn Stories estará disponível no aplicativo móvel da rede social para smartphones com sistemas iOS e Android.

"O LinkedIn Stories é uma nova ferramenta para unir profissionais, trazer informações em tempo real e fazer com que todos se ajudem com ideias e experiências compartilhadas", diz Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn na América Latina, em nota enviada ao Olhar Digital.

A companhia ainda afirma que a nova funcionalidade deve oferecer uma maneira mais autêntica para marcas dividirem as rotinas de operações, fortalecerem estratégias digitais de campanha e humanizarem a comunicação com clientes e profissionais.

Além disso, a expectativa é que o LinkedIn Stories possa auxiliar usuários a criar conteúdos originais sobre suas carreiras e profissões e, dessa forma, possam desenvolver novas conexões e oportunidades no âmbito da rede social.

Como vai funcionar

O processo de criação de stories do LinkedIn será bastante similar ao de outras redes sociais, mas com algumas limitações, neste primeiro momento. Os usuários ou páginas da plataforma poderão adicionar figurinhas e textos aos stories, assim como carregar vídeos e imagens já salvos na galeria.

Por outro lado, a ferramenta não vai permitir que os autores mencionem outros usuários a partir do @ da conexão, como acontece no Instagram. O LinkedIn destaca, no entanto, que a funcionalidade deve ser implementada em breve. Além disso, não será possível trabalhar com enquetes. Na nota, a empresa também não menciona a disponibilidade de filtros de imagens ou recursos de edição de vídeos.

Os criadores, no entanto, poderão verificar quem consumiu o material. Já os consumidores dos conteúdos poderão responder aos stories. Neste caso, os recados serão enviados à caixa de mensagens do perfil que publicou o material. A função, porém, será limitada a interações entre as conexões. Isso significa que os usuários não poderão enviar mensagens para uma página em resposta a um story.

Reprodução

Segundo o LinkedIn, a publicação e a visualização de stories deve ser restrita aos aplicativos mobile da rede social. No computador, será possível apenas acessar stories compartilhados na caixa de mensagens do usuário.

Na fase de testes, os conteúdos produzidos por uma página corporativa serão distribuídos apenas a seus seguidores, que poderão compartilhar o stories com qualquer outro perfil no LinkedIn pela caixa de mensagens.

A funcionalidade ainda não deve suportar anúncios e direcionamento de conteúdo segmentados para aumentar o engajamento. A companhia destaca que trabalha na implementação de notificações, enquetes, módulo de descoberta no feed, destaque de stories, recompartilhamento, solicitações de mensagens, reações privadas e análise de métricas avançadas.

LinkedIn Empresas rede social stories aplicativo
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você