Breaking Bad

Professor fã de 'Breaking Bad' é preso por produzir metanfetamina

Vinicius Szafran, editado por Maria Lutfi 19/11/2019 16h45
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Professor do Arkansas, nos Estados Unidos, exercia esse trabalho há algum tempo

A polícia de Clark County, no estado norte-americano do Arkansas, prendeu um professor de química da Henderson State University pela produção de metanfetamina. O homem de 40 anos, chamado Bradley Allen Rowland, foi preso nesta sexta-feira (15) e declarou ser um viciado na série "Breaking Bad".


Rowland trabalhava em conjunto com Terry David Bateman, de 45 anos, também professor de química na mesma instituição. Ambos foram acusados pela posse e produção de metanfetamina, além do uso de equipamentos para fabricação de drogas, segundo o xerife do condado. 

Bateman e Rowland estavam afastados administrativamente desde o dia 11 de outubro, três dias após "relatos de um odor químico indeterminado" no centro de ciências da universidade, de acordo com uma porta-voz da Henderson State. Testes iniciais indicaram a presença de cloreto de benzila, um composto químico que pode ser usado para sintetizar metanfetamina. O prédio então foi evacuado e permaneceu fechado até o dia 29 de outubro, quando voltou a abrir suas portas.

Terry Bateman (esq.) e Bradley Rowland.

Em abril, o professor Bateman recebeu uma homenagem por seus dez anos de serviço na Henderson State. Além disso, o jornal da universidade publicou um artigo sobre o professor Rowland há alguns anos, chamado "Henderson Heisenberg", no qual ele falava sobre suas conquistas acadêmicas e outros aspectos de sua vida pessoal. Vale lembrar que o personagem principal da série "Breaking Bad", o também professor de química "Walter White" (interpretado pelo ator Bryan Cranston), era conhecido no mundo do crime pelo codinome "Heisenberg".

A polícia segue investigando o caso para determinar se os suspeitos realmente produziam a droga naquele local ou se apenas estocavam material no laboratório, a fim de criar suspeitas contra a universidade.

Os professores agora aguardam julgamento, de acordo com informações do departamento de polícia local. O uso de equipamentos para fabricação de drogas pode dar até 20 anos de cadeia. A produção de metanfetamina, por sua vez, pode acarretar em uma sentença de 40 anos de prisão.

Via: The Washington Post

Ciência séries Drogas Prisão polícia Breaking Bad química
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você