Grupo de empresas quer América do Norte como líder da tecnologia 6G

Criação da Next G Alliance visa estabelecer predominância do subcontinente no que diz respeito à nova velocidade; Samsung, Microsoft e Facebook fazem parte da iniciativa

Leticia Riente, editado por Daniel Junqueira 14/10/2020 16h41
Grandes empresas querem América do Norte como líder na tecnologia 6G
A A A

Enquanto a popularização do 5G ainda acontece, algumas grandes empresas de tecnologia do mundo já pensam no desenvolvimento da próxima geração de internet móvel, o 6G. A Alliance for Telecommunications Industry Solutions (Atis) anunciou na terça-feira (13) a criação da Next G Alliance, que tem por objetivo priorizar a América do Norte nos processos que envolverão a nova tecnologia.


No grupo, estão gigantes como a Samsung, Microsoft e Facebook. Além disso, o coletivo também conta com a colaboração de operadoras dos Estados Unidos, como AT&T, Verizon, T-Mobile e US Cellular, e do Canadá, sendo a Bell e Telus, bem como com as empresas Qualcomm, Ericsson, Nokia, Ciena, Telnyx, InterDigital e JMA Wireless.

De início, a Next G Alliance deverá elaborar um cronograma que detecte mudanças nos cenários globais que possam posicionar a América do Norte como líder global neste sentido. Esta posição colocaria a região como autoridade em pesquisa, desenvolvimento, padronização, produção e adoção das próximas gerações de telefonia móvel.

Também como ações do grupo, serão estabelecidas prioridades de forma a alinhar a indústria de tecnologia para influir políticas governamentais e de financiamento. Ainda como atribuição do coletivo, estão identificar e definir as primeiras etapas e estratégias que irão facilitar e levar à rápida comercialização de tecnologias Next G e promover a adoção em larga escala.

De acordo com comunicado da Atis, “o 6G acabará por alavancar nova infraestrutura, sistemas, redes e dispositivos. Coletivamente, esse ecossistema será central para definir a visão do Next G”.

“À medida que os países ao redor do mundo progridem em iniciativas ambiciosas de pesquisa e desenvolvimento 6G, é fundamental que a indústria norte-americana avance para desenvolver um roteiro colaborativo para avançar sua posição como líder global na próxima década”, afirmou a presidente e CEO da Atis, Susan Miller. “O trabalho da Next G Alliance oferece exatamente isso - da pesquisa à comercialização - e está estabelecendo a base para um mercado vibrante para a inovação norte-americana nas futuras gerações de tecnologia móvel”, acrescentou.

Reprodução

Atribuição do grupo será colocar a América do Norte em primeiro na corrida pelo 6G. Créditos: Szefei/Shutterstock

6G no mundo

Mas o Next G Alliance não é o único grupo a estar pensando no 6G. O Japão, por exemplo, afirmou querer estabelecer a nova velocidade no país até 2030, em um esforço de compensar os atrasos na implementação do 5G. Segundo rumores, a MediaTek, empresa taiwanesa que desenvolve processadores, também já está embarcando na construção da sexta geração de redes móveis, além da chinesa Huawei, que já no ano passado anunciou que havia iniciado estudos frente a nova tecnologia.

Fonte: Teletime

Microsoft Facebook Samsung estados unidos Canadá 6G américa do norte rede 6g
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você