EnglishPortugueseSpanish

O governo dos EUA começa nesta segunda-feira (16) os testes de uma das muitas vacinas contra o coronavírus que estão em desenvolvimento. A medida está sendo patrocinada pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH), nos EUA, e será realizada no Instituto de Pesquisa em Saúde da Kaiser Permanente, em Seattle, Washington.

Quarenta e cinco voluntários saudáveis receberão a vacina, que não contém o vírus. O objetivo é testar a eficácia da fórmula e se certificar de que não haja efeitos colaterais preocupantes, antes que mais testes em larga escala possam ser conduzidos.

publicidade

Outra empresa norte-americana que irá iniciar em breve os testes de uma vacina é a Inovio Pharmaceuticals, em parceria com a Universidade da Pennsylvania e um centro de testes em Kansas City, no Missouri. Empresas na China e Coreia do Sul também estão conduzindo testes e estudos em busca de uma forma de imunizar a população.

Mesmo com o início dos testes, uma vacina comprovada e disponível em larga escala ainda é algo distante. “Estamos falando entre um ano a um ano e meio”, disse o Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto para Alergias e Doenças Infecciosas do NIH.

Mundialmente, o vírus causador da Covid-19 já infectou mais de 170 mil pessoas, e causou mais de 6.500 mortes. Os países mais afetados são a China, Itália, Irã e Coreia do Sul. No momento há 200 casos confirmados da doença no Brasil.

Fonte: Associated Press