EnglishPortugueseSpanish

Na última semana, o Olhar Digital advertiu para pelo menos duas formas ligadas ao coronavírus utilizadas por hackersno roubo de informações dos usuários, através de mapas em tempo real ou aplicativos falsos. Com a frequência de ataques, a Agência de Cibersegurança e Segurança de Infraestrutura (CISA) dos Estados Unidos emitiu um alerta para que todos permaneçam espertos contra golpes relacionados à doença.

Segundo a agência, criminosos cibernéticos estão enviando e-mails com links para sites fraudulentos e anexos maliciosos induzindo as vítimas a revelar informações confidenciais ou fazer doações para instituições falsas. “Tenha cuidado ao lidar com qualquer e-mail com um assunto, anexo ou hiperlink relacionado à Covid-19, e com os pedidos, textos ou chamadas de mídia social relacionados à doença”, afirmou em comunicado.

publicidade

A CISA recomenda que os usuários evitem clicar nos links de e-mails suspeitos, usar apenas fontes confiáveis para se manterem atualizados sobre a pandemia, não revelar informações pessoais ou financeiras por e-mail, nem responder solicitações para essas informações, além de verificar a autenticidade de uma instituição antes de fazer doações.

Reprodução

A agência emitiu o alerta logo após empresas de segurança descobrirem que hackers usaram documentos falsos sobre a Covid-19 para espalhar softwares maliciosos e roubar informações dos usuários. Um dos principais meios utilizados é através do Vicious Panda, uma campanha que divulgou um documento falso para fazer com que os usuários revelem informações pessoais dando acesso a computadores e smartphones para criminosos.

“Há apenas uma coisa a dizer aqui: trate todos os e-mails sobre o surto de Covid-19 com suspeita. Se alguém chegar à sua caixa de entrada, não clique em nada e exclua-o. Se você precisar compartilhá-lo, não encaminhe o e-mail com links. Salve a tela e cole-a em um novo e-mail”, alerta Dennis Horton, da empresa de cibersegurança Better Business Bureau.

publicidade

Via: Uol