EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Após revelação do preço e disponibilidade do Xbox Series S, é a vez de conhecermos detalhes da versão mais poderosa do console de nova geração: o Xbox Series X. O videogame chega ao mercado em 10 de novembro por US$ 499 (R$ 2.650 em conversão direta). 

publicidade

Com pré-venda prevista para ter início em 22 de setembro, o console virá equipado com uma CPU AMD Zen 2 personalizada com oito núcleos, uma GPU AMD RNDA 2 personalizada com 12 teraflops e 52 unidades de computação com 1,825 GHz cada.

Por fim, tudo isso é baseado em um processador de 7nm e inclui 16 GB de RAM com unidade de armazenamento SSD personalizada de 1 TB. Isso faz com que esse seja um dos consoles mais poderosos já criados.

Facilidade de compra

Apesar de poder ser comprado pelo preço padrão, a Microsoft também oferece o novo console por meio do programa Xbox All Access em alguns países – infelizmente o Brasil não está incluído.

O sistema permite que os usuários dividam o custo de um novo videogame da linha Xbox, além das assinaturas do Game Pass Ultimate e Xbox Live, em pagamentos mensais ao longo de 24 meses. Seguindo essa forma de compra, o Series X custará US$ 34,99 por mês (R$ 185 em conversão direta).

Smart Delivery

Uma das apostas da Microsoft para a próxima geração do Xbox é uma funcionalidade chamada Smart Delivery. Com ela, jogos lançados para consoles atuais poderão ser jogados no Xbox Series X com mais fidelidade gráfica, além de oferecer a opção de donos do atual Xbox One também rodarem alguns games dos próximos anos em uma máquina um pouco menos potente.

Em resumo, o Smart Delivery identifica qual é o console que está rodando um jogo e baixa a versão adequada para ele. Assim, ‘Halo Infinite‘, por exemplo, poderá rodar tanto em um Xbox Series X quanto em um Xbox One sem que o jogador precise comprar o game duas vezes.

O Smart Delivery é um recurso diferente da retrocompabitilidade – que também fará parte do Xbox Series X. Nesse caso, mesmo jogos do Xbox 360 ou do primeiro console da Microsoft rodarão no aparelho mais recente, mas as melhorias gráficas serão menores – aumento de resolução e taxa de quadros, por exemplo, como já ocorre no Xbox One.

Para os jogadores, além da vantagem óbvia de não precisar comprar o mesmo game duas vezes, o Smart Delivery ainda vai unificar conquistas, saves e outros elementos da Xbox Live, permitindo até começar ‘Halo Infinite‘ no Xbox One e depois continuar de onde parou no Xbox Series X.