EnglishPortugueseSpanish

Clientes da Vivo poderão pagar por suas recargas utilizando a plataforma PIX, lançada pelo Banco Central em novembro. A nova opção de pagamento está disponível nos canais digitais, e para incentivar os clientes a operadora oferecerá um bônus de 10GB para a primeira recarga feita com o PIX no app.

“A Vivo segue em processo de adequação para incluir o PIX como meio de pagamento em outros canais e serviços”, afirma a nota divulgada pela empresa. O pagamento pela plataforma será aceito no aplicativo Meu Vivo (para iOS e Android) e o site da Vivo, e o bônus promocional tem validade de sete dias.

publicidade

Recentemente, a  Receita Federal e o Banco do Brasil liberaram o pagamento de tributos fiscais por meio da nova plataforma. Um QR code, que pode ser lido pela câmera do smartphone, poderá ser usado para pagar o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) ou o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE), por exemplo, direto no app de qualquer banco. O procedimento, de acordo com o Banco Central, é efetuado em até dez segundos.

Mulher pagando conta com o celular usando QR code
Documentos fiscais ganharão QR code para pagar utilizando o PIX. Imagem: Stock-Asso/Shutterstock

No momento, apenas as empresas obrigadas a entregar a Declaração de Débitos e de Créditos Tributários Federais, Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb) poderão utilizar o PIX para quitar os tributos fiscais, mas o objetivo é estender para outros empregadores. Até o final de 2021, todos os documentos de arrecadação deverão integrar o QR code para pagamento com PIX.

Em menos de um mês de funcionamento pleno, o PIX tem ganhado cada vez mais espaço. Dias depois de seu lançamento, ele passou a ser usado como alternativa de pagamento no PagTesouro, plataforma digital do Tesouro Nacional. Casas lotéricas também adotaram o sistema para pagamento de apostas.

As transações via WhatsApp, aplicativo de mensagens mais utilizado no país, também devem dar mais força ao pagamento digital. Com o recurso, será possível pagar e receber diretamente em janelas de conversas, sem precisar acessar apps de bancos, bastando informar as chaves cadastradas e o valor. O Banco do Brasil foi o primeiro a adotar a modalidade.