Os esperados óculos de realidade aumentada (RA) da Apple podem ser lançados ainda neste ano. Pelo menos é isso que afirma o jornal Digitimes, alegando que o novo dispositivo da Apple está indo para sua “segunda fase de desenvolvimento”.

A previsão do lançamento também havia sido feita, no começo de janeiro, pelo analista Ming-Chi Kuo. No entanto, Kuo limitou-se a dizer que a Apple iria anunciar a estreia de um dispositivo voltado para RA, não especificando se poderia ser um óculos ou um headset.

publicidade

Caso o lançamento seja confirmado, a Apple consolidará o desenvolvimento de tecnologias que há muito tempo figuram entre os planos da companhia. No entanto, os rumores não são suficientes para causar entusiasmos entre os fãs da marca da maçã.

Isso porque, desde 2017, vem sendo noticiado que a empresa havia iniciado planos para a construção de um headset de RA. O dispositivo, que traria um System-in-Package (SiP) similar ao chip do primeiro Apple Watch, era aguardado para ser anunciado em 2020.

Fachada da Apple
Apple planeja desenvolvimento de produtos voltados para RA desde 2017. Imagem: hapabapa/iStock

Nesse mesmo ano, o Financial Times anunciou que a Apple estaria desenvolvendo um óculos de realidade aumentada, equipado com câmeras 3D, que poderia ser emparelhado com o iPhone. Os planos se estenderam até 2018, quando a companhia chegou a conversar com outras empresas — como a EMagin — responsáveis pela produção de telas OLED para os dispositivos.

Os óculos estavam previstos para 2019 e 2020, mas como o projeto não havia sido finalizado, o cronograma sofreu alterações.

Agora vai?

Em junho de 2020, a Bloomberg também informou que a Apple estava desenvolvendo um headset de realidade aumentada e realidade virtual, em paralelo com a produção de um modelo de óculos.

De acordo com o relatório do jornal americano, os óculos poderão exibir textos, e-mails, navegação, jogos e outras informações por meio de uma composição holográfica que será integrada às lentes de RA.

Os óculos de realidade aumentada serão alimentados por um sistema interno chamado StarBoard — possibilitando a renderização de imagens RA no telefone e nos óculos — e poderão ser controlados pelo iPhone e pelo assistente de voz Siri.

Siri sendo executado em iPhone
Óculos RA da Apple deverão ser integrados com iPhone e Siri. Imagem: Omid Armin/Unsplash

Ainda segundo o relatório da Bloomberg, a previsão para o lançamento dos óculos está programada para 2023. E é aí que está formada a confusão.

A informação passada pelo Digitimes e por Ming-Chi Kuo contradiz a previsão da Bloomberg. A antecipação em dois anos de um produto que poderá revolucionar a linha de produtos da Apple é algo de se causar espanto.

Via: Tech Times