A fabricante chinesa Realme, irmã da Oppo e da OnePlus, iniciou suas operações no Brasil nesta quinta-feira (7). Inicialmente a empresa está trazendo quatro produtos: dois smartphones da família Realme 7, fones de ouvido sem fios (Buds Q) e um smartwatch (Watch S).

Os planos da empresa, que tem 50 milhões de usuários em 60 mercados ao redor do mundo, são ambiciosos. Em conversa com jornalistas a diretora de marketing da Realme Brasil, Crystal Gong, afirmou: “Tem poucas empresas aqui no Brasil e queremos quebrar o padrão. Nossa ambição é que sejamos top 3 no país em cinco anos”.

publicidade

A expectativa é lançar 20 aparelhos no Brasil ainda em 2021, entre eles os smartphones de entrada da série C, aparelhos para gamers da linha Narzo e os topo de linha da série X. Segundo Sky Li, fundador e CEO da companhia, a ideia é de se tornar “o popularizador de [redes móveis] 5G e AIoT” com foco em “tendências para o público jovem”. “Sabemos que o Brasil é um país com uma população jovem e conectada”, disse ele.

Começando pelo meio

Os dois primeiros smartphones da Realme no Brasil são intermediários: o Realme 7 é baseado em um processador MediaTek Helio G95, com 8 núcleos rodando a 2 GHz e acompanhado por 8 GB de RAM e 128 GB de espaço para armazenamento.

A tela IPS LCD de 6,5” tem resolução de 1080 x 2400 pixels, tem frequência de atualização de 90 Hz, que resulta em movimentação mais “fluida” das imagens, e é controlada pela GPU Mali-G76 MC4 rodando a 900 MHz.

A traseira, com design espelhado, abriga quatro câmeras: uma principal com sensor de 64 MP e sensor Sony IMX682, uma lente ultra grande angular de 119° e sensor de 8MP, uma lente macro e uma lente de retrato P&B. A câmera frontal tem sensor de 16 MP.

A bateria é um dos destaques do Realme 7, não só pela capacidade de 5.000 mAh quanto pelo suporte a carga rápida (que a fabricante chama de Dart Charge) com carregador de 30 Watts, capaz de levá-la do zero a 100% de carga em 65 minutos.

Realme 7. Bateria grande e carga rápida. Imagem: Realme

Já o Realme 7 Pro tem um processador Qualcomm Snapdragon 720G, um modelo projetado para celulares gamer intermediários. Produzido em um processo de 8 nanômetros, o chip tem CPU Kryo 465 com oito núcleos rodando até 2,3 GHz e GPU Adreno 618.

A tela Super AMOLED de 6,4 polegadas tem a mesma resolução do Realme 7, 1.080 x 2.400 pixels, mas não tem a taxa de atualização de 90 Hz. Em compensação, a tecnologia Super AMOLED oferece imagens com melhor contraste e cores mais vivas que as telas IPS LCD.

O conjunto de câmeras traseiras é o mesmo do Realme 7, mas a câmera frontal usa um sensor de 32 MP. A bateria de 4.500 mAh tem um sistema de carregamento ainda mais rápido chamado Super Dart Charge, com carregador de 65 Watts que pode restabelecer 100% da carga em apenas 34 minutos.

Os aparelhos estarão à venda no Brasil exclusivamente na Americanas.com e Submarino.com, com preço sugerido de R$ 2.499 (Realme 7) e R$ 2.999 (Realme 7 Pro). Entretanto, há um desconto para compra durante o período de pré-venda que vai até 21 de janeiro, com os aparelhos a R$ 2.299 e R$ 2.799, respectivamente.

Relógio e fones da Realme chegam ao Brasil

Entre os acessórios temos o Realme Watch S (R$ 699), um smartwatch com tela redonda que funciona como monitor cardíaco em tempo real, além de acompanhar o nível de saturação de oxigênio no sangue.

O acessório pode monitorar 16 modalidades esportivas e também tem teste de capacidade aeróbica, um algoritmo de contagem de passos preciso, lembretes de sedentarismo de beber água, monitoramento do sono e exercícios de meditação.

Realme Watch S: monitor cardíaco e de oxigênio no sangue. Imagem: Realme

Já os fones de ouvido Realme Buds Q (R$ 299) tem bateria para 3 horas de chamadas ou 4,5 horas de reprodução de música, com um total de 20 horas contando a bateria interna em seu estojo de recarga.

binary comment

Segundo a fabricante os fones são reconhecidos pelo smartphone assim que o estojo é aberto, e o pareamento ocorre em cerca de 4 segundos. Além de reproduzir música, eles podem ser usados para atender / desligar o telefone, trocar de música ou ativar um assistente de voz.