EnglishPortugueseSpanish
publicidade

No ano passado, quando a Xiaomi revelou o Mi 11, especulou-se sobre uma versão Pro – já que, até o momento, apenas a versão padrão havia sido mostrada. No entanto, ao que parece, uma variante mais robusta do dispositivo está a caminho.  

Rumores anteriores indicam que a tela dos aparelhos deve ser a mesma, porém, com grandes mudanças no design da câmera traseira. Agora, podemos ter uma ideia de como ela será. Isso porque um fabricante terceirizado de capas para celular revelou que vai começar a vender uma case de proteção para o Xiaomi Mi 11 Pro.  

publicidade
Capa de silicone mostra configuração diferente de câmera traseira. Foto: GizChina/Reprodução

Na foto divulgada, é possível identificar que as câmeras serão dispostas em uma moldura quadrada – algo significativamente diferente se compararmos com o Mi 11 padrão, que conta com um design de câmeras arredondado.  

Câmera traseira do Mi 11 é ligeriamente diferente do que foi visto na suposta capa de proteção do Mi 11 Pro. Foto: Xiaomi/Divulgação

Além disso, análises feitas no código da MIUI, interface de usuário da Xiaomi, mostram que o novo aparelho terá suporte ao HDR e melhorias significativas em relação ao modelo padrão. Como esses recursos não foram anunciados para o Xiaomi Mi 11, pode ser que sejam exclusivos da versão Pro. 

Mesmo com essas informações, o aparelho ainda não foi confirmado pela Xiaomi. No entanto, devido ao histórico da empresa, isso deve acontecer em breve.

Xiaomi Mi 11

O Xiaomi Mi 11 conta com uma lista de especificações invejável, como tela de altíssima resolução e tecnologia OLED. A fabricante optou por utilizar um painel com taxa de atualização diferenciada, algo que deve chamar a atenção dos gamers.

publicidade

O novo carro-chefe da Xiaomi é o primeiro smartphone do mercado embarcado com o novo SoC Snapdragon 888. Até então, o chip de processamento mais poderoso da Qualcomm. O design mais fino e leve busca dar um visual diferenciado para a linha de dispositivos high-end da fabricante chinesa.


O Mi 11 chega às prateleiras em duas versões: uma com 8 GB e outra com 12 GB de memória RAM. O display de 6.81 polegadas possui resolução de 3200×1440 pixels e é compatível com a tecnologia HDR10+. A taxa de atualização elevada é um dos grandes destaques da tela do Mi 11. O painel utilizado no aparelho pode atingir até 480 Hz, algo inédito no segmento de smartphones e ideal para a fluidez nos games mais pesados.

Em termos de câmeras, o gagdet conta com um sensor principal na parte traseira com 108 MP e abertura f/1.85. A presença da estabilização ótica na lente principal pode ajudar a evitar fotos tremidas ou embaçadas.

O sensor secundário de 5 MP com abertura f/2.2 é dedicado para imagens em profundidade. Por fim, a terceira câmera com sensor de 13 MP e abertura f/2.4 permite capturar fotos ultrawide. Vale destacar que o Mi 11 conta com apenas um sensor frontal dedicado para selfies, as especificações desse sensor ainda não foram reveladas pela Xiaomi.

A versão com 8 GB de RAM possui armazenamento interno de 128 GB, enquanto a variante com 12 GB conta com 256 GB de espaço. No quesito conectividade, o Mi 11 é compatível com as últimas tecnologias do momento, como Wi-fi 6 e Bluetooth 5.1. O aparelho também é compatível com redes 5G e possui leitor biométrico embutido na tela.

O Mi 11 com 8GB de memória e 128 GB de armazenamento sai por U$ 611 na China (cerca de R$ 3.297 em conversão direta). Esse preço final pode mudar de acordo com a região e a versão do aparelho.

Via: GizChina