EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Na tentativa de impulsionar o desenvolvimento de um (suposto) carro elétrico, a Apple teria discutido a aquisição da Canoo, durante reuniões com a startup californiana ao longo do primeiro semestre de 2020. A informação foi dada ao site The Verge por três pessoas familiarizadas com as negociações.

Segundo afirmaram as fontes, a plataforma escalável de veículos elétricos da Canoo, chamada “Skateboard”, foi o que mais atraiu o interesse da Apple. A plataforma se destaca porque integra mais componentes eletrônicos do carro para maior flexibilidade no design da cabine. 

publicidade

No entanto, a Canoo estava mais interessada em obter um investimento da Apple e, por fim, as negociações fracassaram. A startup de veículos elétricos se tornou uma empresa de capital aberto após se fundir com a Hennessy Capital Acquisition Corp. IV, no fim de 2020. 

Carro com logomarca da Apple na tampa do tanque de combustíveis
Veículo elétrico da Apple pode demorar a virar realidade. Foto: withGod/Shutterstock

“Canoo não comenta abertamente sobre discussões estratégicas, relacionamentos ou parcerias, a menos que seja considerado apropriado”, disse Tony Aquila, presidente executivo de Canoo, em um comunicado à publicação. A Apple não quis comentar.

Hyundai na jogada

Se não deu certo com a Canoo, vida que segue. Recentemente, a Hyundai confirmou estar negociando um carro elétrico autônomo com a Apple para 2024. As ações da fabricante sul-coreana dispararam mais de 20% na quarta-feira passada (8) após ela confirmar as negociações.

Parece que quem está ansioso para pôr as mãos em um Apple Car, o suposto veículo elétrico da companhia, vai ter que esperar mesmo mais um pouco.

publicidade

Uma fonte ligada à empresa reportou recentemente que o projeto de um “iCar” estava em desenvolvimento avançado, com expectativa de vendas para 2024. Porém, o analista Ming-Chi Kuo jogou um balde de água fria nos rumores ao informar que detalhes sobre o veículo ainda precisam ser finalizados e que ele pode ser lançado somente depois de 2028.

Via: The Verge