EnglishPortugueseSpanish

O Ministério das Relações Exteriores (MEA) da Índia informou que vai iniciar a exportação de vacinas contra Covid-19 para países parceiros vizinhos nesta quarta-feira (20). As primeiras nações a receber as doses são Butão, Maldivas, Bangladesh, Nepal, Myanmar e Seicheles. O Brasil não está na lista.

Segundo o The Indian Express, o envio foi organizado de forma a não prejudicar as necessidades internas da Índia. O primeiro-ministro Narendra Modi afirma que novas remessas serão feitas em breve. “A Índia fica profundamente honrada por ser um parceiro confiável para atender às necessidades de saúde da comunidade global. O fornecimento de vacinas contra Covid-19 para vários países começa amanhã e outros envios serão feitos nos próximos dias”, tuitou Modi.

publicidade

Em comunicado à imprensa, o MEA esclarece que “aguarda a confirmação das autorizações regulatórias necessárias” para enviar remessas para o Sri Lanka, o Afeganistão e a República de Maurício. A Índia já iniciou a campanha de vacinação contra a Covid-19. Lá, são utilizados o imunizante criado pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, fabricado pelo Serum Institute, e a Covaxin, produzida pelo laboratório Bharat Biotech.

E o Brasil?

Na semana passada, o ministro das Relações Exteriores da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, explicou ao Itamaraty que não poderia enviar dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca para o Brasil. De acordo com o órgão, “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação indiana com o fornecimento de imunizantes para outras nações atrapalharam o envio.

Avião que buscaria vacinas na Índia. Crédito: Ministério da Saúde/Divulgação

Na sexta-feira passada (15), um avião que ia a Mumbai buscar os medicamentos nem chegou a decolar: ele acabou remanejado para levar oxigênio a hospitais de Manaus. Nesta segunda (18), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que, apesar de ainda não haver “resposta positiva” sobre o envio, isso pode ocorrer ainda nesta semana.

publicidade

Ainda na segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro recebeu o embaixador indiano no Brasil, Suresh K. Reddy, para uma reunião no Palácio do Planalto. Após o encontro, Bolsonaro disse que o governo “vai atrás” de contratos de vacinas que ainda não foram entregues ao país.

Via: UOL