EnglishPortugueseSpanish

A sonda espacial árabe Hope (Esperança) chegou até a órbita de Marte no início da tarde desta terça-feira (9), prometendo trazer imagens inéditas e completas do Planeta Vermelho.

O feito coloca os dos Emirados Árabes Unidos ao lado de Estados Unidos, Índia e da extinta União Soviética como únicas nações a conseguirem colocar sondas ao redor do planeta mais próximo da Terra. 

publicidade

Para conseguir colocar a Hope (“Amal” no idioma local”) em Marte, os árabes trabalharam por seis anos e investiram em torno de US$ 200 milhões (cerca de R$ 1,07 bilhão) na missão que chamaram de “Emirates Mars”, com o objetivo de “estudar a dinâmica da atmosfera marciana em escala global e em escalas de tempo diurnas e sazonais”. 

A sonda foi lançada ao espaço em 19 de julho de 2020, do Centro Espacial Tanegashima, no Japão. Tendo levado exatos 174 para chegar até a órbita de Marte. Agora, a Hope ficará na órbita do planeta durante um ano marciano, que tem duração de 687 dias aqui na Terra. 

Missão pretende descobrir o porquê do planeta estar ficando menor

O principal objetivo da Emirates Mars Mission é monitorar os ciclos meteorológicos do Planeta Vermelho a fim de tentar fornecer informações sobre o motivo que está fazendo Marte perder oxigênio e hidrogênio para o espaço, o que implicou na diminuição de seu tamanho. 

Outra promessa dos árabes é a de trazer imagens mais completas de Marte, para isso, a sonda irá se alinhar de maneira diferente das outras que já orbitam o planeta, contornando a linha que divide Marte em hemisfério norte e hemisfério sul, o que permitirá uma imagem completa do planeta a cada nove dias, com um ponto da superfície a cada hora. 

publicidade

Outras duas sondas devem chegar à Marte ainda em 2021

Além da recém-chegada Hope, outras seis sondas orbitam o Planeta Vermelho atualmente e outras duas devem chegar por lá ainda em fevereiro, a taiwanesa chinesa Tianwen-1 (Astronomia 1), que deve passar a orbitar Marte ainda nesta quarta-feira (10) e a norte-americana Perserverance (Perseverança), que deve ter seu pouso no dia 18. 

Diferente da missão árabe, as missões chinesa e norte-americana devem posar rovers, que são jipes espaciais exploratórios, na superfície do Planeta Vermelho. 

Via: Agência Brasil e UOL 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!