No início de março a Nasa havia anunciado que a próxima missão tripulada da SpaceX, a Crew-2, decolaria em 20 de abril do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, nos Estados Unidos, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). Porém, nesta semana, a agência espacial americana informou que o lançamento foi adiado para o dia 22 de abril, uma quinta-feira.

Caso a missão decole no horário previsto da nova data, a Crew Dragon irá atracar na estação por volta das 7h05 (horário de Brasília) em 23 de abril, segundo o que disse o porta-voz da Nasa ao Spaceflight Now.

A bordo estarão os astronautas norte-americanos Shane Kimbrough e Megan McArthur (da Nasa), o japonês Akihiko Hoshide (da agência espacial japonesa, Jaxa) e o francês Thomas Pesquet (da agência espacial europeia, ESA).

Os quatro astronautas da missão Crew-2 da Nasa/SpaceX
Os quatro astronautas da Crew-2. Da esquerda para a direita: Megan McArthur, Thomas Pesquet, Akihiko Hoshide e Shane Kimbrough

Todos têm experiência no espaço. Kimbrough, que será o comandante da missão, já passou 189 dias a bordo da ISS. McArthur passou 12 dias no espaço a bordo do ônibus espacial Atlantis, durante a última missão de reparos do telescópio espacial Hubble em 2009.

publicidade

Hoshide voou no ônibus espacial Discovery em 2008 e ficou 124 dias a bordo da ISS em 2012. Por fim, Pesquet passou 196 dias no espaço durante 2016, período durante qual realizou duas caminhadas espaciais.

A Crew-2 será a primeira missão com um foguete reutilizado. O primeiro estágio do Falcon 9 será o mesmo da missão Crew-1, que decolou em novembro passado. A cápsula também será reutilizada: será a Endeavour, usada durante a histórica missão Demo-2 em maio passado, primeiro voo tripulado da SpaceX. Um oficial da Nasa disse esta semana que o lançador e a cápsula estão em “muito boas condições”.

Os astronautas a bordo da Crew-2 servirão como membros da “Expedição 65” e ficarão cerca de seis meses em órbita. Durante este tempo testarão um dispositivo de ultrassom portátil e farão estudos relacionados a engenharia de tecidos e à saúde dos ossos, músculo cardíaco e fígado.

Veja mais!

Além disso, conduzirão um experimento patrocinado pela rede varejista Target, que estudará o crescimento de algodão em microgravidade para identificar variedades que exijam menos água e pesticidas.

Eles também irão conduzir caminhadas espaciais para manutenção da ISS, incluindo a instalação de novos painéis solares que irão aumentar a capacidade de produção de energia de 160 para 215 Kilowatts.

Recentemente a SpaceX anunciou outra missão tripulada, a Inspiration4, que será o primeiro voo espacial totalmente civil da história. A empreitada está sendo bancada por Jared Isaacman, fundador e CEO da empresa norte-americana de processamento de pagamentos Shift4Payments.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!