O orçamento dos varejistas brasileiros para transformação digital neste ano aumentou para 87% (representando 0,73% do faturamento bruto das empresas). Como resultado, 74% das companhias tiveram aumento no faturamento com vendas.

É o que mostra a 3ª edição da pesquisa “Transformação Digital no Varejo Brasileiro”, da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) em parceria com Oasis Lab Innovation Space. Foram monitoradas as 300 maiores empresas de varejo no país – 33% delas tinha faturamento até R$ 500 milhões; 19% até R$ 1 bilhão e 48% acima disso.

publicidade

Em relação às principais ferramentas de transformação digital utilizadas no atendimento ao consumidor, estão soluções em meios de pagamento (94%) e análises de dados no ambiente online (77%). Soluções em logística (51%) é destacada como principal ferramenta de implementação nos próximos 12 meses.

Soluções de meio de pagamento são as principais ferramentas de transformação digital utilizadas no atendimento ao consumidor. Foto: Paisit Teeraphatsakool/Shutterstock

Por conta da pandemia, não é surpresa que o trabalho remoto teve expressivo crescimento nas empresas varejistas em 2021. 85% dos entrevistados estão trabalhando no modelo home office – em 2020 eram 62% dos varejistas e no ano anterior, apenas 23%.

“As conclusões sugerem uma maturidade da transformação digital nas empresas. Num momento em que mudança cultural e de comportamento vieram e continuam vindo à tona com a crise de Covid-19. As empresas estão precisando ser muito ágeis, trabalhar em squads, times horizontais, atuar remotamente e usar tecnologia para vencer os desafios e continuar operando”, afirma Eduardo Terra, Presidente da SBVC.

Investimento da Microsoft

Para ajudar a acelerar a transformação digital no Chile, a Microsoft, seus parceiros e clientes usuários de seus serviços vão, juntos, injetar US$ 11,3 bilhões na economia chilena e gerar 51 mil empregos nos próximos quatro anos. Segundo a empresa, este é o investimento mais significativo em seus 28 anos de atuação no país.

A iniciativa “Transforma Chile” inclui o estabelecimento de um data center nos arredores da capital, Santiago, um plano para a capacitação tecnológica de até 180 mil chilenos e a criação de um conselho composto por líderes locais para a geração de oportunidades inclusivas com a transformação digital do Chile.