EnglishPortugueseSpanish

Histórias de crimes sempre fascinaram as pessoas. Enquanto cometia seus assassinatos na Londres de 1888, Jack, o Estripador já era um fenômeno nos jornais britânicos. Com a chegada do rádio, da TV, da Internet e, finalmente, das redes sociais, o interesse do público nesse tipo de conteúdo só aumentou.

E as plataformas de streaming enxergaram o potencial disso. A Netflix em particular já criou uma espécie de tradição em produções do gênero, com algumas séries ganhando novos episódios ou temporadas, na medida em que os casos avançam nas investigações.

publicidade

Leia também:

Selecionamos aqui as dez melhores séries sobre crimes reais – entre documentários e dramatizações – lançadas na plataforma de streaming e disponíveis no Brasil.

Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil (2021)

Do diretor Joe Berlinger (‘Conversando com um serial killer: Ted Bundy’, ‘Paradise Lost’), ‘Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil’ é a primeira temporada de uma nova série documental que desconstrói a mitologia e os mistérios em torno de locais infames de crimes contemporâneos.

Há quase um século, o Hotel Cecil, no centro de Los Angeles, é associado a algumas das mais notórias atividades da cidade, de mortes prematuras a hóspedes serial killers. Em 2013, a universitária Elisa Lam estava hospedada no Cecil quando desapareceu, iniciando um frenesi na mídia e mobilizando uma comunidade global de detetives internéticos ansiosos para solucionar o caso. O desaparecimento de Lam, mais recente capítulo na complexa história do hotel, oferece uma visão arrepiante e cativante de um dos locais mais nefastos de LA.

Nova York Contra a Máfia – Netflix

Se você é fã da trilogia “O Poderoso Chefão” e dos filmes de máfia do diretor Martin Scorsese,  “Nova York Contra a Máfia” é uma série imperdível. Nas décadas de 1970 e 1980, cinco famílias de mafiosos – Bonanno, Colombo, Gambino, Genovese e Lucchese – exerceram um controle aparentemente sem limites sobre a cidade de Nova York. Nesta série documental detalha a incrível história da investigação e o julgamento dos mais notórios chefões da máfia nova-iorquina.

Por meio de entrevistas com policiais, ex-associados da máfia e outros, “Nova York Contra a Máfia” mostra como o controle exercido pelos mafiosos sobre sindicatos, construtoras e outros setores rendeu bilhões para o crime organizado.

The Keepers (2017)

Do diretor Ryan White (‘Nossa Querida Freda – A Secretária dos Beatles’), ‘The Keepers’ narra em sete capítulos o assassinato não solucionado de uma freira de Baltimore e os segredos que perduram por quase cinco décadas após a sua morte.

A série começa retratando a história da irmã Cathy Cesnik, uma amável freira e professora de um colégio católico que desapareceu em 7 de novembro de 1969. Seu corpo foi encontrado cerca de dois meses depois, mas seu assassinato continua sem solução até hoje. O caso retornou às manchetes nos anos 90, quando uma das ex-alunas da irmã Cathy, cujo nome nunca foi divulgado, decidiu revelar os terríveis abusos sexuais que sofreu nas mãos do capelão da escola.

A mulher conta que foi levada ao local onde estava o corpo da irmã Cathy e ouviu a seguinte frase: “Veja o que acontece quando você fala mal das pessoas”. Apesar disso e das declarações de outras vítimas e testemunhas de abuso, ninguém foi processado e a história é praticamente desconhecida fora de Baltimore.

Jeffrey Epstein: Poder e Perversão – Netflix

Poder e dinheiro compraram a liberdade de Jeffrey Epstein, enquanto ele explorava e estuprava mulheres e meninas por várias décadas. Nem mesmo um acordo secreto feito com o governo americano em 2008 para evitar uma provável condenação à prisão perpétua impediu que os abusos continuassem.

“Jeffrey Epstein: Poder e Perversão” mostra relatos das vítimas e seus traumas emocionais, acompanha as investigações e julgamentos, até a condenação em 2019, revelando o esquema internacional de Epstein para tráfico de mulheres em diversos países – e principalmente sua ilha particular. 

Olhos Que Condenam (2019)

Baseada em uma história real que chocou os Estados Unidos, ‘Olhos que Condenam’ apresenta o caso dos cinco adolescentes negros e latinos conhecidos como os “Cinco do Central Park”, que foram condenados por um estupro que não cometeram.

Com início em 1989, quando o quinteto foi interrogado pela primeira vez, os episódios cobrem 25 anos do caso, com destaque à exoneração deles em 2002 e ao acordo firmado com a cidade de Nova York em 2014.

O Caso Gabriel Fernandez – Netflix

Dividido em seis partes, esse documentário relata o caso do menino Gabriel Fernandez, de 8 anos, teve uma morte horrível, fruto do abuso prolongado pela mãe e pelo namorado dela. Sua morte, em 2013, fez surgir um movimento em busca de justiça em Los Angeles.

A série revela bastidores do julgamento e investiga os sistemas públicos que fracassaram na missão de proteger Gabriel, a despeito de múltiplos relatos e sinais de alerta.

Condenados pela Mídia – Netflix

Esta série subverte a premissa do fascínio do público e da mídia por casos reais de crimes violentos. “Condenados pela Mídia” reflete sobre alguns dos julgamentos mais dramáticos e memoráveis da história recente e a sua transformação em espetáculos midiáticos.

Como a imprensa ajudou a moldar de diversas maneiras a percepção pública sobre culpa ou inocência – antes, durante e depois de um julgamento? A série debate esse tema com casos de diferentes áreas legais.

Prescrição Fatal (2020)

Em 1999, após perder o filho em um tiroteio em Nova Orleans e sem respostas da polícia, um farmacêutico de cidade pequena, Dan Schneider, embarca em uma jornada pessoal para levar o assassino à Justiça.

Meses depois de completar sua missão com sucesso, um fato traz de volta o pesadelo do vício em drogas e da morte do filho: um número preocupante de jovens aparentemente saudáveis começa a visitar a farmácia de Dan com receitas médicas de altas doses do analgésico Oxycontin. Prevendo uma crise muito antes da epidemia de opioides ganhar atenção nacional, Dan assume mais uma missão: salvar a vida de outros jovens da comunidade e levar a luta para dentro da indústria farmacêutica.

Atleta A (2020)

‘Atleta A’ acompanha uma equipe de repórteres do jornal The Indianapolis Star em uma investigação sobre os abusos sexuais cometidos na Federação de Ginástica dos EUA, uma das organizações olímpicas de maior destaque no país. Dois anos depois, um médico da equipe olímpica está atrás das grades, o Congresso americano exige respostas e centenas de sobreviventes contam suas histórias.

Igualmente triste e inspirador, o filme revela a cultura de crueldade que reinava entre as ginastas de elite e mostra o advogado que lutou contra as instituições, além do mais importante: as atletas corajosas que não ficaram caladas, enfrentaram o sistema e venceram.

Don’t F**k with Cats: Uma Caçada Online (2019)

Uma figura misteriosa com um capuz verde-escuro mata dois gatinhos e publica o vídeo na internet. A web vai à loucura, e um grupo de detetives amadores online se reúne para encontrá-lo.

Em um jogo perigoso de gato e rato, cada clique incentiva o agressor a postar vídeos ainda mais perturbadores, até publicar o vídeo derradeiro. Desta vez, a vítima é humana. Dos produtores de ‘O Impostor’ e ‘Silk Road’, a série documental traz história verdadeira e apavorante de um assassino tão consumido pela busca da fama, que quebra a primeira regra da internet: DON’T F**K WITH CATS.