EnglishPortugueseSpanish

Cerca de 23 horas após o lançamento, a cápsula Endeavour com os quatro astronautas da missão Crew-2 se acoplou à Estação Espacial Internacional (ISS) às 6h09 da manhã deste sábado (horário de Brasília).

Com isso, a ISS chega à “lotação máxima” de 11 tripulantes, com três espaçonaves acopladas à sua estrutura: a Resillience, cápsula da missão Crew-1 que decolou em novembro passado, a Soyuz-MS18, que chegou em 9 de abril e agora a Endeavour.

publicidade
A caminho da Estação Espacial Internacional, a tripulação da Crew-2 encontrou um tempinho para oferecer aos espectadores um “tour” por sua cápsula.

Em 28 de abril a Crew-1 retornará à Terra. A Crew-2 deve continuar em órbita até outubro deste ano, quando será substituída pela Crew-3, que decola em 23 de outubro.

Após a chegada à ISS os astronautas retiraram seus trajes de voo e conduziram uma série de verificações em busca de eventuais vazamentos de ar na conexão com a estação, antes de equalizar a pressão e abrir a escotilha, o que foi feito às 8h15.

Todos os 11 astronautas atualmente a bordo da ISS. Imagem: SpaceX

Conheça a tripulação da Crew-2

Os quatro astronautas da missão Crew-2 da Nasa/SpaceX
Os quatro astronautas da Crew-2. Da esquerda para a direita: Megan McArthur, Thomas Pesquet, Akihiko Hoshide e Shane Kimbrough

A tripulação da Crew-2 é composta pelos astronautas norte-americanos Shane Kimbrough e Megan McArthur (da Nasa), o japonês Akihiko Hoshide (da agência espacial japonesa, Jaxa) e o francês Thomas Pesquet (da agência espacial europeia, ESA).

Leia mais:

Todos têm experiência no espaço. Kimbrough, que será o comandante da missão, já passou 189 dias a bordo da ISS. McArthur passou 12 dias no espaço a bordo do ônibus espacial Atlantis, durante a última missão de reparos do telescópio espacial Hubble em 2009.

Hoshide voou no ônibus espacial Discovery em 2008 e ficou 124 dias a bordo da ISS em 2012. Por fim, Pesquet passou 196 dias no espaço durante 2016, período durante o qual realizou duas caminhadas espaciais.

Crew Dragon "Endeavour", da SpaceX
Crew Dragon “Endeavour”, da SpaceX. Imagem: SpaceX

Os astronautas a bordo da Crew-2 servirão como membros da “Expedição 65” e ficarão cerca de seis meses em órbita. Durante este tempo testarão um dispositivo de ultrassom portátil e farão estudos relacionados a engenharia de tecidos e à saúde dos ossos, músculo cardíaco e fígado.