Nos últimos dias, vários parlamentares europeus foram abordados por indivíduos que parecem estar usando filtros falsos, chamado de deepfake, para imitar figuras da oposição russa durante chamadas de vídeo.

Entre eles estão Rihards Kols, que preside o comitê de relações exteriores do parlamento da Letônia, além de parlamentares da Estônia e da Lituânia. Também tem Tom Tugendhat, o presidente do comitê de relações exteriores do Reino Unido.

publicidade

“O Kremlin de Putin está tão fraco e amedrontado com a força de @navalny que está conduzindo reuniões falsas para desacreditar a equipe Navalny”, postou Tugendhat em um tweet , referindo-se ao líder da oposição russa Alexei Navalny. 

Também no Twitter, Kols postou uma fotografia de Leonid Volkov e uma captura de tela de seu sósia tirada da chamada de vídeo: “Parece meu rosto real – mas como eles conseguiram colocá-lo na chamada do Zoom? Bem-vindo à era deepfake.”

Essa técnica chama de deepfake são nomeados devido ao “aprendizado profundo” que faz com que redes de inteligência artificial gerem ou imitem rostos com comportamento humano. Inclusive, aplicativos de smartphone permitem aos usuários mapear outros rostos em seus próprios ou dar vida para uma imagem de qualquer rosto, como se fosse um fantoche. 

Kols contou que foi abordado por e-mail por uma pessoa que afirmou ser Volkov e que realizou uma videoconferência com ele, onde discutiram o apoio aos prisioneiros políticos russos e a anexação russa da Crimeia. 

Leia mais:

“Uma lição bastante dolorosa, mas talvez também possamos agradecer a esse falso Volkov por essa lição para nós e para os colegas da Lituânia e da Estônia”, escreveu ele. “É claro que a chamada decadência da verdade ou era pós-verdade e pós-fato tem o potencial de ameaçar seriamente a segurança e a estabilidade de países, governos e sociedades locais e internacionais.”

Ademais, Volkov acusou uma dupla russa chamada Vovan e Lexus, que regularmente tem como alvo as autoridades ocidentais. Sobre isso, procurado pelo Facebook, Alexei Stolyarov, que atende pelo pseudônimo de Lexus, não negou ter falado com Kols, dizendo que “manteria em segredo”.

Fonte: The Guardian  

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!