EnglishPortugueseSpanish

A Apple lançou nesta segunda-feira (26) o iOS 14.5, sistema operacional usado nos iPhones e iPads. Entre os novos recursos estão a capacidade de desbloquear o iPhone com o Apple Watch se você estiver usando uma máscara no rosto, vozes mais diversas para Siri, novos controles de privacidade, opções de tons de pele para melhor representar os casais em emoji e muito mais.

Destaque para a privacidade

O recurso de maior destaque, e também o mais controverso, nesta versão do iOS é o App Tracking Transparency (ATT): aplicativos agora precisam obter a permissão do usuário antes de rastrear seus dados em aplicativos ou sites de terceiros para publicidade ou para compartilhar seus dados com corretores de dados (data brokers). Em Configurações os usuários poderão ver quais aplicativos solicitaram permissão para rastrear, para que possam alterar suas escolhas a qualquer momento.

publicidade

Na prática, a mudança na política de privacidade da Apple torna o rastreamento mais difícil para empresas que faturam com propaganda direcionada, e é por isso que empresas como o Google e o Facebook se opõem a ela. As principais prejudicadas serão as data brokers – empresas que coletam, armazenam, processam, compram e vendem dados dos usuários. Elas agregam milhares informações para criar perfis de consumidores que podem ser usados ​​para publicidade direcionada.

Demonstração do App Tracing Transparency. Apps agora precisam pedir permissão ao usuário antes de rastrear sua atividade. Imagem: Apple
Com o App Tracing Transparency, apps precisam pedir permissão ao usuário antes de rastrear sua atividade. Imagem: Apple

Em dezembro passado o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, chamou a Apple de “um de seus maiores concorrentes” e disse que as mudanças na privacidade prejudicarão o crescimento de “milhões de empresas em todo o mundo”. Segundo ele, pequenas empresas que usam os anúncios do Facebook não poderão mais divulgar propaganda direcionada a seus usuários, reduzindo e efetividade das campanhas.

Já o gerente de produtos do Google Ads, Christophe Combette, explica: “As mudanças na ATT da Apple reduzirão a visibilidade das principais métricas que mostram como os anúncios geram conversões (como instalações e vendas de aplicativos) e afetarão como os anunciantes precificam impressões de anúncios. Dessa forma, os anunciantes de aplicativos podem ter um impacto significativo em sua receita de anúncios do Google no iOS depois que as políticas entrarem em vigor”, completou, em comunicado oficial.

Leia mais:

Um iOS mais inclusivo e diverso

Outra novidade está relacionada à assistente virtual da Apple, Siri. O recurso não tem mais uma “voz padrão”, que nos EUA e Brasil era feminina. Agora, ao configurar um iPhone pela primeira vez o usuário escolherá qual voz usar, entre duas femininas e duas masculinas.

“Estamos entusiasmados em apresentar duas novas vozes Siri para falantes de inglês e a opção para que os usuários selecionem a voz que desejam ao configurar seus dispositivos”, diz um comunicado da Apple.

“Esta é uma continuação do compromisso de longa data da Apple com a diversidade e inclusão, e produtos e serviços que são projetados para refletir melhor a diversidade do mundo em que vivemos”, complementa

O uso de vozes femininas como padrão em assistentes virtuais é um tópico acalorado, que levanta acusações de sexismo. Em um mercado tradicionalmente masculino, é comum que as mulheres ocupem cargos de secretárias, mais ou menos como as assistentes fazem atualmente.

Dar ao usuário o poder de escolha pode fazer com que os aparelhos se tornem mais inclusivos, adotando uma voz, tom e dialeto que soem mais familiares aos usuários e transmitam mais confiança.

Emoji de casais no iOS 14.5, mostrando a possibilidade de atribuir uma cor de pele diferente para cada pessoa
Nos emoji de casais, agora cada pessoa pode ter uma cor de pele diferente. Imagem: Apple

Siri também ganhou novos recursos, como o suporte para chamadas via FaceTime em grupo, tornando mais fácil iniciar chamadas com vários contatos: basta pedir para Siri ligar para qualquer grupo no iMessage.

E além das mensagens recebidas, Siri agora pode anunciar chamadas por meio de AirPods ou fones de ouvido Beats compatíveis e oferece suporte para chamadas de contatos de emergência se o proprietário do iPhone precisar de ajuda e não puder fazer uma chamada.

Dois emojis receberam mudanças para refletir melhor a diversidade humana: o “casal se beijando” e “casal com coração, que agora permitem selecionar diferentes tons de pele para os membros do casal. Também há novos emoji como “rosto com olhos em espiral”, “rosto nas nuvens”, “corações em chamas”, “coração remendado” e uma mulher barbada, entre outros.

Segurança na estrada

Usuários do Apple Maps nos EUA e na China agora podem reportar acidentes ou obstáculos na pista, compartilhando esta informação com outros usuários do serviço. Basta dizer para o Siri algo como “there’s a crash up ahead” (há um acidente à frente) ou “there’s something on the road” (há algo na pista). 

Este recurso foi projetado para evitar que os motoristas usem as mãos e mantê-los concentrados na estrada. Os incidentes também podem ser relatados ou excluídos pelos passageiros usando “Informar um problema” no Mapas.

Usuários do Apple Maps podem usar Siri para relatar acidentes na estrada. Imagem: Apple
Usuários do Apple Maps podem usar Siri para relatar acidentes na estrada. Imagem: Apple

Além disso, os usuários do Maps que estejam caminhando ou andando de bicicleta podem compartilhar seu horário estimado de chegada para que seus amigos e familiares saibam a que horas podem chegar.

O iOS 14.5 também tem melhorias para aumentar a estabilidade da conexão e reduzir o consumo de bateria e de dados em redes 5G. E o sistema é essencial para quem quiser experimentar as etiquetas eletrônicas da Apple, as AirTags, que podem ser usadas para localizar objetos do dia a dia como bolsas, mochilas, chaveiros, etc.

A atualização para o iOS 14.5 é gratuita, e está disponível em todos os aparelhos que suportam o iOS 14.

Fonte: Apple