No ar desde 2006, o LiveLeak, site conhecido por hospedar vídeos de violência e sangue, chegou ao fim. A plataforma ficou famosa com conteúdos que geralmente eram excluídos de outras redes como o YouTube e o Facebook.

Em seu lugar, o endereço redireciona para o ItemFix, site de vídeos que proíbe conteúdos violentos. No blog, o fundador do LiveLeak, Hayden Hewitt, disse que o fim da página ocorre por conta das mudanças no mundo atual. “O mundo mudou muito nos últimos anos, a Internet ao lado dele e nós como pessoas”, justificou.

publicidade

Fim do LiveLeak

Apesar disso, o criador do site não deu mais detalhes sobre os motivos que o levaram a encerrar as operações agora. “Tudo está diferente agora, tudo segue em frente. Não gosto disso. Eu gostava muito mais quando era o Velho Oeste”, completou em entrevista para o canal no YouTube Trigger Warning.

O crescimento do LiveLeak se deu por conta de vídeos de sangue e violência com o slogan “Redefinindo a mídia”. A página hospedava conteúdos polêmicos e chegou a enfrentar problemas judiciais. O Reino Unido chegou a tentar barrar o site quando conteúdos de crianças lutando começaram a viralizar. Na ocasião, Hewitt defendeu o LiveLeak e disse que a plataforma mostrava a realidade.

Leia mais!

Algo parecido aconteceu em 2014, quando o jornalista americano James Foley foi decaptado pelo grupo terrorista Estado Islâmico. Na época, o site mostrou o vídeo em que o homem era morto. “Mostramos ao mundo o verdadeiro horror dessa forma de execução mais de uma vez no passado e não podemos encontrar nenhuma razão convincente para sequer sermos pensados ​​como promotores das ações desse grupo”, disse o criador da plataforma.

“Para os membros, os uploaders, os visitantes casuais, os trolls e as pessoas ocasionalmente dementes que estiveram conosco. Vocês têm sido nossos companheiros constantes e, embora provavelmente não tenhamos conseguido nos comunicar com muita frequência, você é mais apreciado do que imagina. A nível pessoal, você me fascinou e divertiu com seu conteúdo. Por último, para aqueles que não estão mais conosco. Eu ainda lembro de você.”, finaliza Hewitt no texto de despedida do LiveLeak.

Via The Verge