Zack Snyder, diretor do filme ‘300’ (2006) e produtor/roteirista de ‘300: A Ascensão do Império’ (2014), revelou que a Warner Bros. barrou a proposta para uma terceira continuação da franquia. Ao podcast The Playlist, a trama seria centrada em um romance gay, mas os executivos do estúdio não gostaram da ideia.

“Eu tinha um acordo com a Warner Bros, e durante a pandemia do coronavírus escrevi o que seria, essencialmente, o capítulo final de ‘300”” disse Snyder ao The Playlist. “Mas, quando sentei para escrever, acabei escrevendo um filme diferente”.

publicidade
300
Gerard Butler como Leônidas, Rei de Esparta, no filme ‘300’ (2005). Imagem: Warner Bros./Divulgação

Segundo o diretor, a história do terceiro filme “bem diferente” dos antecessores seria focada no imperador Alexandre, o Grande, e seu amado Heféstio. O longa, conforme disse Snyder, seria “uma história de amor em meio a uma guerra”.

“Eu estava escrevendo essa coisa sobre Alexandre, o Grande, e acabou sendo um filme sobre a relação dele com Heféstio. Acabou virando uma história de amor, então isso não acabou se encaixando em um terceiro filme”, afirmou o cineasta, que ainda revelou que o projeto já tinha o nome definido: ‘Blood And Ashes’ (algo como ‘Sangue e Cinzas’, na tradução literal). 

De acordo com Snyder, o estúdio decidiu que sua visão “não se encaixava” como o terceiro capítulo da franquia ‘300’. “Eu achei que o roteiro ficou incrível. Ele se chama ‘Blood and Ashes’ [Sangue e Cinzas, em tradução livre], e é uma linda história de amor e guerra. Eu adoraria filmá-la, mas a Warner disse não… Eles não são grandes fãs meus. É o que o é”, ironizou o diretor.

Zack Snyder e a esposa, Deborah, na estreia de '300: A Ascensão do Império'. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com
Zack Snyder e a esposa, Deborah, na estreia de ‘300: A Ascensão do Império’. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com

Recentemente, Zack Snyder tem falado bastante sobre sua experiência a Warner Bros, principalmente por conta de toda a polêmica envolta do movimento #RestoreTheSnyderVerse. O diretor, inclusive, afirmou em outra recente entrevista que o estúdio está sendo “agressivamente anti-Snyder”.

A verdade é que a relação de Snyder com o estúdio azedou desde que o diretor teve que se afastar da produção de ‘Liga da Justiça’, em 2017, por uma tragédia familiar. Então, o estúdio chamou Joss Whedon para refilmar partes importantes do filme. Após clamor do público, no entanto, a visão de Snyder foi restaurada com uma edição especial do longa lançada em 2021.

Leia mais:

Fonte: IndieWire

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!