A Xiaomi liderou o mercado de smartphones em 12 países neste primeiro trimestre de 2021, segundo postagem feita pela própria empresa na rede social Weibo, da China. Assinada por Lu Weibing, presidente da empresa, a mensagem ressaltou seu sucesso mesmo em um ano acometido pela pandemia da Covid-19.

Pelo pôster publicado no Weibo, a Xiaomi afirma ter encabeçado o ranking de smartphones nas 12 nações a seguir: Espanha, Rússia, Polônia, Bielorrúsia, Ucrânia, Croácia, Lituânia, Malásia, Índia, Nepal, Mianmar e Colômbia.

publicidade

Leia também

Banner publicado pela Xiaomi no Weibo afirma que a empresa liderou setor de smartphones em 12 países no primeiro trimestre. Imagem: Xiaomi/Divulgação
Banner publicado pela Xiaomi no Weibo afirma que a empresa liderou setor de smartphones em 12 países no primeiro trimestre. Imagem: Xiaomi/Divulgação

A notícia vem nos calcanhares de outra bem similar: na última semana, a firma de pesquisa Canalys publicou um levantamento que mostrava que o crescimento da Xiaomi na Europa fez com que ela tomasse da Apple o segundo lugar no ranking continental.

Hoje, no Velho Continente, a Xiaomi está atrás apenas da Samsung, que também lidera o mercado global. Em outros rankings, a empresa já vem liderando o lado oriental da Europa por três avaliações seguidas, e é líder na Espanha já há cinco trimestres.

Muito disso se dá pela estratégia apoiada em dois pilares: um de consolidação doméstica, no qual a empresa se concentra em promover seus smartphones e produtos eletrônicos dentro da China, onde mantém sua base; e outro voltado à expansão internacional, que fez da fabricante uma grande marca em setores como Índia e América Latina.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!