Uma equipe de pesquisadores de diferentes instituições da Alemanha e da Holanda criou uma lista com os 1.000 rios mais poluídos do mundo. O critério usado por eles para definir os diferentes níveis de poluição dos rios foi a quantidade de plásticos que cada um deles despejava nos oceanos.

O artigo com a lista completa foi publicado na revista Science Advances, onde o grupo descreve os principais fatores que introduzem plástico nos oceanos. Além disso, eles também detalharam a metodologia utilizada para descobrir quais rios mais contribuíram para a poluição marinha.

publicidade

Leia mais: 

Levantamentos anteriores mostraram que uma grande quantidade de plástico acaba chegando aos oceanos após seu descarte. Outros demonstram quais os impactos desses materiais no organismo de animais marinhos, principalmente os que são expostos aos microplásticos.

Principais fatores

Para traçar o caminho dos plásticos desde seu uso até o oceano, os pesquisadores analisaram possíveis rotas e encontraram três grandes motores. O primeiro é o vento  e suas várias formas de precipitação que movem os plásticos de uma área para outra.

A segunda é a forma como as terras são usadas e sua geografia, já que diferentes tipos de terreno podem tornar mais fácil para que os plásticos viajem movidos por forças naturais. E a terceira é a distância que os plásticos têm que percorrer para chegar até o mar.

A distância da viagem foi considerada um fator importante para a chegada dos plásticos ao oceano. Os materiais usados em praias ou perto de rios que correm uma curta distância para chegar ao mar, têm uma maior probabilidade de chegar ao oceano em comparação com o que é consumido longe do mar.

Elaboração da lista

Os pesquisadores usaram esses fatores, que identificaram como parte de um estudo sobre os rios do mundo. Eles observaram que esforços anteriores haviam encontrado evidências de que a maioria dos plásticos que foram despejados no oceano vêm de sistemas fluviais muito grandes. Contudo, encontraram evidências sugerindo que o cenário era mais complexo do que era imaginado.

Ao estudar milhares de rios ao redor do mundo e observar suas características geológicas, proximidade com áreas povoadas, e a distância necessária para sair de uma área urbana e chegar ao mar, eles descobriram que muito plástico chegava ao mar através de rios menores e, logo depois, criaram um mapa interativo que mostra os 1.000 rios mais poluídos do mundo, que contribuem com até 80% do plástico despejado nos oceanos.

No Brasil, os principais vilões ficam todos no estado do Rio de Janeiro. São eles os Rios Meriti (2,5 toneladas/ano) e Sarapuí (2 toneladas/ano), em Duque de Caxias, e o Guandú, na região de Itaguaí, com 1,1 toneladas de plástico por ano).

Via: Phys.org

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!