Vingadores: Guerra Infinita‘ chega ao público pela primeira vez aos canais abertos brasileiros. A história épica centrada no vilão Thanos, que busca reunir as Joias do Infinito para destruir metade do universo e encontrar equilíbrio, terá exibição no programa ‘Tela Quente’, da TV Globo.

Lançado em 2018, o terceiro filme da franquia reúne novamente nomes conhecidos do universo da Marvel, como o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Capitão América (Chris Evans), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e o Pantera Negra (Chadwick Boseman).

publicidade
Cartaz oficial de 'Vingadores: Guerra Infinita'. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Cartaz oficial de ‘Vingadores: Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

O sucesso do filme dirigido por Anthony e Joe Russo foi tão grande que conquistou o lugar de 5ª maior bilheteria da história do cinema, atrás apenas de ‘Star Wars: Episódio VII: O Despertar da Força’, ‘Titanic’, ‘Vingadores: Ultimato’ e ‘Avatar‘. Porém, para um fã fervoroso da Marvel (assim como este que está escrevendo), ‘Vingadores: Guerra Infinita’ foi mais que isso…

A produção épica foi responsável por, literalmente, mexer com as estruturas dos ‘Vingadores’ e do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) como um todo. Além de ter os maiores riscos que o público já viu na franquia até aquele ponto, foi também o primeiro projeto a reunir todos os heróis conhecidos em um único filme.

O filme “rompedor de barreiras” é considerado por muitos como o “melhor filme de todo o MCU”, e há inúmeros motivos para isso (confira abaixo). ‘Guerra Infinita’ é cheio de ação, humor e emoção, embalado com tantos momentos incríveis e de cair o queixo que não é nenhuma surpresa que muitos o classifiquem com tal prestígio – e, caso não tenha assistido, cuidado com os spoilers:

Leia mais:

Por que ‘Guerra Infinita’ é o melhor filme dos ‘Vingadores’?

  • A trágica e desesperadora morte de Loki
Loki momentos antes de morrer em ‘Vingadores: Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Loki é um personagem que desafia a morte. Antes de ‘Guerra Infinita’, o irmão de Thor teve duas mortes falsas – no primeiro e no segundo filme do Deus do Trovão, respectivamente. Só que, desta vez, ele realmente pereceu nas mãos de Thanos, e de uma forma valente e honrosa.

A derrota do manipulador e trapaceiro Loki, embora extremamente triste e muito comovente, foi um bom risco tomado pela Marvel, visto que ele é um personagem amado pelo público. E a morte do personagem ocorre logo nos primeiros cinco minutos de filme, o que chocou ainda mais todos os fãs na época, preparando-os (ou não) a um perigo real e às consequências que chegariam a seguir.

  • Guardiões da Galáxia conhecem Thor
Thor conhece Peter Quill em 'Vingadores: Guerra Infinita'. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Thor conhece Peter Quill em ‘Vingadores: Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Antes de ‘Guerra Infinita’, os Guardiões da Galáxia ainda não haviam cruzado caminhos com nenhum dos Vingadores. Então, quando o Deus do Trovão foi apresentado ao “grupo de desajustados”, o público ficou animado por ver as duas equipes favoritas finalmente interagirem.

No decorrer do filme, Peter Quill e a gangue ainda dão de cara com o Homem-Aranha (Tom Holland), Homem de Ferro e Doutor Estranho. Os encontros foram tão legais e tão bem aceitos que os Guardiões estarão presentes no quarto filme de Thor: ‘Amor e Trovão’.

  • Gamora e Quill dizem “eu te amo” um ao outro
Ao ser raptada por Thanis, Gamora diz que ama Peter Quill. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Ao ser raptada por Thanis, Gamora diz que ama Peter Quill. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Após shipparem muito, os fãs do casal “Senhor das Estrelas e Gamora” ficaram muito satisfeitos com uma das cenas mais comoventes do filme. O casal sempre esteve junto nos outros dois filmes de ‘Guardiões da Galáxia’, mas esta foi a primeira vez que ambos confessaram o amor um pelo outro.

A cena é uma das mais memoráveis ​​do MCU, não só por conta do tom emocional e do diálogo que causa lágrimas, mas também pelo fato de que o momento levaria à consequência tremendas no decorrer de ‘Guerra Infinita’…

  • De Capitão América para Nômade! A entrada icônica de Steve
Steve Rogers faz entrada icônica em 'Guerra Infinita'. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Steve Rogers faz entrada icônica em ‘Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Não havia um fã da Marvel entre 2016 e 2018 que não se perguntava: o que houve com Steve Rogers, o Capitão América, após os eventos de ‘Guerra Civil’? O herói e seus ex-aliados dos ‘Vingadores’ fugiram por mais de dois anos e, em uma entrada icônica, o personagem fez as pessoas enlouquecerem.

Não só por conta da saudade, claro, mas porque foi a primeira vez que o público viu o novo visual de Rogers, que deixou crescer a barba para ajudar a esconder sua identidade. A aparência faz alusão ao “Nômade’, alter ego que o herói utilizada nos quadrinhos após abdicar do posto de Capitão América.

  • ‘WandaVision’
‘Guerra Infinita’ juntou finalmente Wanda com Visão, algo que deu contexto para a série ‘WandaVision’ anos depois. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

‘Guerra Infinita’ trouxe, enfim, a união entre o androide Visão (Paul Bettany) e Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen). O desenvolvimento de um possível relacionamento já havia iniciado em ‘Guerra Civil’ (2016), mas foi mostrado com mais complexidade aqui – visto que escolheram lados opostos em meio ao conflito entre Rogers e Stark.

E é graças ao envolvimentos dos dois personagens que o filme chega ao clímax nos minutos finais. As consequências das ações da Feiticeira Escarlate (conto mais abaixo) e certas frustrações por conta da reação de Thanos deixam a “ponta solta” perfeita para a série ‘WandaVision‘, que foi lançada três anos depois.

  • Parte 1: Vingadores contra Thanos no espaço
Thanos joga, literalmente, uma lua em cima dos Vingadores. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Thanos joga, literalmente, uma lua em cima dos Vingadores. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

A batalha épica entre o Homem de Ferro, o Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), o Homem-Aranha e os Guardiões contra Thanos deixou o público ansioso e aflito. O contato direto entre o vilão o grupo no espaço foi fantástico, e o público ficou deslumbrado enquanto lutavam usando seus poderes de distorção da realidade.

O impasse entre Tony Stark com Thanos também foi incrível, mostrando o quão resistente e heroico o bilionário realmente é, especialmente para alguém que tecnicamente carece de superpoderes de qualquer tipo. Por outro lado, na Terra…

  • Parte 2: Vingadores contra Thanos em Wakanda
Guerra Infinita e Wakanda Forever: cena dos Vingadores contra Thanos na Terra é uma das melhores sequências já feitas. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Wakanda Forever: cena dos Vingadores contra Thanos na Terra é uma das melhores sequências já feitas. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

… ocorria uma das melhores sequências de luta já feitas. Vários heróis se reuniram em Wakanda, ao lado de Pantera Negra (Chadwick Boseman) para lutar contra o exército de Thanos. São várias cenas em sequências umas das outras, algo capaz de fazer o público se desesperar com tantos acontecimentos, núcleos e, enfim, tudo acontecendo ao mesmo tempo.

E, claro, os gritos do Rei T’Challa junto aos wakandianos dizendo “Yibambe” e “Wakanda Forever” foram capazes de deixar todos ansiosos para as sequências absurdas de lutas que viriam a seguir. E algo muito bom que a Marvel conseguiu fazer em Wakanda foi dar destaque a vários personagens na medida certa. Rogers e Natasha lideravam, mas Falcão e o Soldado Invernal (Anthony Mackie e Sebastian Stan) apareciam presentes da mesma forma.

  • Thor se prova um dos mais poderosos entre os heróis e…
Thor constrói Rompe Tormentas em 'Guerra Infinita'. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Thor constrói Rompe Tormentas em ‘Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

A missão de Thor durante a ‘Guerra Infinita’ era encontrar uma arma poderosa o suficiente para derrotar Thanos. E daí surge a “Rompe Tormentas”, um machado capaz de decapitar alguém tão poderoso como Thanos. No entanto, para forjar tal ferramenta, o personagem teve que manter aberta uma gaiola ao redor de uma estrela, usando a energia da estrela para alimentar a forja.

Thor suportou todo o poder direto de uma estrela e foi capaz de forjar a arma com sucesso, provando que ele é um dos Vingadores mais fortes e poderosos da equipe até hoje.

  • … surge de forma grandiosa para batalhar em Wakanda
Thor surgindo em Wakanda para batalhar é um dos momentos favoritos dos fãs. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Thor surgindo em Wakanda para batalhar é um dos momentos favoritos dos fãs. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Falamos sobre a grandiosidade sequência em Wakanda, mas o ponto principal de destaque aqui é, com certeza, a chegada do “deus do trovão” para a batalha. Os Vingadores estavam claramente em desvantagem, até que Thor se teletransporta para o campo de batalha, portando a “Rompe Tormentas”, e aniquila os inimigos ao redor de Capitão América e Hulk.

Não teve uma sala de cinema no mundo que, ao ver a cena, que não registrou multidões aplaudindo e ovacionando. Ah, e vale lembrar: ao lado dele, estavam dois novos aliados, Rocket (Bradley Cooper) e Groot (Vin Diesel).

  • “Ela não está sozinha”
Viúva Negra e Okoye se juntam para proteger Wanda em ‘Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Quando Wanda chega ao campo de batalha, uma das aliadas de Thanos é rápida em identificá-la. Ela diz à Feiticeira Escarlate que “vai morrer sozinha”, mas, ao fundo, a Viúva Negra fala diz de forma icônica que “ela não está só”. Do outro lado, Okoye (Danai Gunyra) é vista, pronta para atacar.

Este momento f*da é tão satisfatório e memorável que pessoas ainda citam a cena nas redes sociais até hoje. Fãs ficaram muito satisfeitos em ver três das personagens femininas mais “badass” do MCU juntas – momento tão certo que voltou a se repetir, de forma ainda maior, em ‘Vingadores: Ultimato‘ (2019).

  • Wanda mata Visão pelo bem maior
Em cena emocionante, Wanda destrói Visão. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Em cena emocionante, Wanda destrói Visão. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Provavelmente um dos, senão o momento mais comovente em ‘Guerra Infinita’. Wanda se depara com a realidade de que a Joia da Mente de Visão deve ser destruída junto com ele para proteger o universo de Thanos. E por ser a única forte o suficiente para destruir o artefato, infelizmente, a tarefa é deixada para ela.

Fãs choraram junto com ela enquanto, lentamente, matava o homem que amava. O que torna tudo ainda pior é que Wanda fez tudo por nada, já que Thanos ganha a Joia da Mente de qualquer maneira.

  • A derrota dos Vingadores
Peter Parker se desfaz após derrota dos Vingadores em 'Guerra Infinita'. Imagem: Marvel Studios/Divulgação
Peter Parker se desfaz após derrota dos Vingadores em ‘Guerra Infinita’. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Marco moderno do cinema, para dizer no mínimo. O final de ‘Guerra Infinita’ é um conjunto de cenas que a maioria do público nunca vai esquecer. Como não ficar surpreso ao assistir alguns de seus heróis favoritos, aparentemente imbatíveis, morrerem? Ninguém tinha ideia de que isso aconteceria, então, fãs ficaram em completo estado de choque, enquanto outros choraram vendo Peter Parker morrer nos braços de Tony Stark.

A sequência foi “de cortar o coração” e uma maneira incrível de terminar um filme desse nível – de forma completamente abrupta e sem cerimônia. Isso manteve o público ansioso por mais ao longo de 12 meses, com a esperança de ver os heróis favoritos vingados na sequência.

E não me julgue, mas o fim é tão incrível – talvez, até mais – do que o de outro encerramento épico dos cinema: ‘Star Wars: O Império Contra-Ataca’. Inclusive, ambas as produções se parecem muito nesse sentido…

  • Thanos é o verdadeiro protagonista
A perspectiva de Thanos em ‘Guerra Infinita’ manteve a história focada. Imagem: Marvel Studios/Divulgação

A perspectiva de Thanos durante as quase três horas de ‘Guerra Infinita’ manteve a história focada. Logo, não há como não dizer que ele é o verdadeiro protagonista da história. Os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely tiveram a difícil tarefa de reunir todos os mundos do MCU, apresentando os “mais poderosos heróis da Terra” ao Doutor Estranho e aos Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que contavam a história de vilão na recuperação das “Joias do Infinito”.

Ao manter a história focada na jornada do Titã louco, Markus e McFeely foram capazes de juntar todos os personagens do universo contra “o protagonista”, que diferente dos outros vilões do universo, foi humanizado na medida certa e capaz de expressar ao público os sentimentos e objetivos.

Fontes: CBR e ScreenRant

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!