Assim como o Facebook, o Instagram e demais redes sociais, o Twitter trava uma constante batalha contra a disseminação de informações falsas, problema que se tornou ainda maior com o agravamento da pandemia de Covid-19. O microblog vem implantando avisos de advertências voltados para combater as Fake News, especialmente aquelas relacionadas à pandemia.

Segundo a engenheira de tecnologia e blogueira especialista em pesquisar aplicativos, Jane Manchun Wong, considerada um oráculo das mídias sociais, o Twitter criou três novos tipos de advertência contra a desinformação: “Últimas novidades”, “Fique informado” e “Informação errada”. As ferramentas têm o objetivo de comunicar aos usuários sobre postagens que contenham imprecisões que podem afetar a qualidade e a confiabilidade da fonte.

publicidade
Jane Manchun Wong, considerada um oráculo das mídias sociais, divulgou que o Twitter criou três novos tipos de advertência contra a desinformação. Imagem: Twitter

De acordo com Wong, que revelou a descoberta em sua página no Twitter, esses três novos tipos de rótulo em desenvolvimento pela plataforma serão acompanhados de um link direcionado para informações corretas e mais detalhadas sobre o assunto que tiver sido divulgado de forma errada. Porém, ainda não se sabe se esses links serão para sites de notícias, agências de checagem ou para o próprio Twitter,  nem como o algoritmo vai conseguir detectar uma informação falsa.

Leia mais:

Twitter luta contra as Fake News desde a última eleição presidencial americana 

Em sua batalha interminável contra a desinformação, o Twitter já utilizou os rótulos durante a eleição presidencial dos EUA em 2020, para coibir falsidades sobre votação e resultados, o que acabou tendo um confronto com o então presidente Donald Trump, que foi permanentemente banido da plataforma. Essa atitude gerou protestos entre apoiadores de Trump e defensores da liberdade de expressão.

Em janeiro de 2021, o Twitter anunciou o Birdwatch: um recurso de crowdsourcing (colaboração espontânea dos usuários) que possibilitou a um pequeno lote de pessoas o acesso a ferramentas de checagem de fatos para tweets. Inicialmente, as notas não são visíveis no Twitter, mas a empresa disse que, passada a fase de testes, poderá integrá-las em sua plataforma.

“O Birdwatch é nosso primeiro passo em direção a criar uma nova forma de capacitar qualquer pessoa no Twitter a ajudar a criar um mundo mais bem-informado”, diz a empresa na área Central de Ajuda de seu site.

Ações como a criação dos rótulos e a ferramenta Birdwatch podem ter um peso importante no atual momento de vacinação no mundo, quando muitos boatos estão sendo difundidos. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!