A Apple anunciou nesta segunda-feira (7), durante o WWDC21, seu evento anual para desenvolvedores, o iPad OS 15. Esta nova versão do sistema operacional para iPads traz melhorias na multitarefa, e torna os tablets da Apple ainda mais atraentes para os desenvolvedores.

O iPad OS 15 traz ao iPad alguns recursos que já existem no iPhone desde o iOS 14, como suporte a widgets, com direito a um novo tipo de widget, maior que os do iPhone, para aproveitar o espaço da tela. Outro recurso que já existia no iPhone é a App Library, uma página que lista todos os apps instalados no iPad, separados por categoria.

publicidade

Ficou mais fácil usar o “Split View” para trabalhar com dois apps lado a lado, com novos controles para gerenciar de forma mais fácil essa combinação. Além de ícones na tela, este recurso pode ser controlado com novos atalhos de teclado.

Com o iPad OS 15, fica mais fácil trabalhar com multitarefa. Imagem: Apple
Com o iPad OS 15, fica mais fácil trabalhar com multitarefa. Imagem: Apple

Ainda falando em multitarefa, o app “Notas” agora pode ser acessado de qualquer parte do sistema operacional, com um gesto no canto da tela. A Apple chama o recurso de Quick Note. As anotações criadas são sensíveis ao contexto: por exemplo, se você criar uma nota enquanto tiver um site aberto no Safari, verá essa nota surgir no canto da tela na próxima vez que acessar o site.

Também há suporte à tradução em todo o sistema operacional, incluindo a tradução de texto em imagens que você já tem em sua biblioteca graças ao recurso LiveText. O app Tradutor é capaz de detectar quando uma pessoa está falando, e em que idioma, e iniciar uma tradução automaticamente sem que o usuário tenha que pressionar um botão.

Anotações (Quick Note) podem ser usadas em qualquer parte do sistema operacional, e são sensíveis a contexto. Imagem: Apple
Anotações (Quick Note) podem ser usadas em qualquer parte do sistema operacional, e são sensíveis a contexto. Imagem: Apple

Um modo de “Conversação” permite que duas pessoas se sentem à mesa, com o iPad entre elas, e dividam a tela, com cada metade mostrando a conversa em seu idioma nativo.

Outro recurso interessante do iPad OS 15 é o Universal Control, que permite acessórios de um aparelho controlem outro. Por exemplo, basta colocar um iPad ao lado de um Mac e, no Mac, arrastar o cursor do mouse na direção da tela do iPad. Quando ele “pular” para o outro dispositivo, você poderá usar o teclado e mouse do Mac para interagir com o iPad.

Leia também

Mas uma das mudanças mais interessante está no Swift PlayGrounds, app que ensina o usuário a programar em Swift, linguagem da Apple para o desenvolvimento de apps para o iOS e iPad OS.

Swift Playgrounds: agora é possível escrever, compilar e publicar apps diretamente no iPad. Imagem: Apple
Swift Playgrounds: agora é possível escrever, compilar e publicar apps diretamente no iPad. Imagem: Apple

Com o iPad OS 15, agora é possível compilar seus apps diretamente no iPad, sem depender de um Mac com o Xcode instalado. Com isso, iPads poderão se tornar pequenas “workstations” para desenvolvedores iniciantes. Também é possível enviar para a App Store um app que você desenvolveu diretamente a partir do Swift Playgrounds.

Uma versão beta do iPad OS 15, voltada a desenvolvedores, estará disponível a partir de hoje. Um beta púbico será lançado em Julho, e o lançamento da versão final do sistema operacional está previsto para “este outono” (no hemisfério Norte), provavelmente o mês de setembro como em anos anteriores.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!