O governo do Canadá encurtou em ciinco anos a meta para que toda a venda de carros e caminhões do país alcance a emissão zero de carbono. De 2040, o país estipulou que a nova meta deva ser atingida, no máximo, até 2035.

A decisão do país foi realinhada para que junto de outras grandes jurisdições, como Califórnia e Reino Unido, a diminuição de emissão de carbono seja alcançada ainda mais rápido.

publicidade
Bandeira canadense em frente à bela cidade de Vancouver, Canadá.
Canadá exige automóveis com emissão zero até 2035. Imagem: Hannamariah/Shutterstock

Para alçar uma meta tão ambiciosa, o governo canadense afirmou que apoiará a indústria com investimentos e regulamentações e com metas provisórias para 2025 e 2030. O governo oferecerá incentivos para compensar os custos iniciais de veículos com emissão zero.

Também faz parte do plano do Canadá investir em infraestrutura de recarga e fechar parcerias com fabricantes que apoiem a reformulação das usinas do país.

No entanto, a iniciativa do governo do Canadá pode demorar para ver impactos na venda de veículos. De acordo com os dados oficiais, os veículos elétricos a bateria e híbridos conectáveis representaram menos de 4% dos mais de 25 milhões de carros de passeio e caminhões registrados no país.

Leia também!

Omar Alghabra, membro da Câmara dos Comuns Canadenses afirmou que o país é um dos poucos do mundo com acesso doméstico a todos os recursos essenciais para produção de baterias elétrica.

No pronunciamento, o parlamentar também elogiou o trabalho desenvolvido pela General Motors, Ford e outras montadoras que abriram fábricas de veículos elétricos no país.

Via: Inside EVs

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!