A Tesla reportou nesta sexta-feira (2) um recorde de entregas de veículos no segundo trimestre, que superou as estimativas de Wall Street. De acordo com a marca, 206.421 carros elétricos foram construídos e 201.250 foram entregues no período – um novo recorde para a montadora de Elon Musk.

As expectativas para a empresa neste trimestre estavam meio confusas, uma vez que a empresa estava enfrentando alguns desafios importantes por conta da escassez de chips e matérias-primas, decorrentes do impacto da pandemia de covid-19. Analistas esperavam que a fabricante de elétricos entregasse 200.258 veículos entre abril e junho, de acordo com dados da Refinitiv.

publicidade

De todos os carros que a Tesla produziu durante o período, a grande maioria – 204.081 – eram veículos Model 3 e Model Y, considerado os “baratinhos” da marca . Além disso, a montadora também produziu 2.340 veículos Model S e Model X, embora a empresa não tenha revelado quantos sedãs eram a variante Plaid, veículo mais caro da marca e atualmente o “mais rápido do mundo” que começou a ser entregue a alguns clientes.

Tesla atinge a marca de 200 mil veículos entregues no trimestre pela 1ª vez. Imagem: Wikimedia Commons

Por meio do Twitter, o CEO comemorou o resultado recorde da Tesla, e reiterou que tal feito veio acompanhado de intensos e complicados desafios. “Parabéns, Equipe Tesla, pelos mais de 200.000 carros construídos e entregues no segundo trimestre, apesar de muitos desafios”, escreveu Musk.

Outros fatores que ajudaram a montadora de elétricos a conseguir os bons resultados foram as fortes vendas do Model Y na China e o interesse reacendido no Model S – muito disso graças lançamento da edição de alto desempenho Plaid, com preços a partir de US$ 130 mil (algo em torno de R$ 660 mil).

Com os atuais resultados, a Tesla mais uma vez estabelece um recorde histórico de entregas, batendo facilmente a marca anterior de 184.800 veículos entregues – algo que ocorreu no primeiro trimestre de 2021. Em nota enviada à imprensa, a empresa – da mesma forma que Musk – agradece as equipes de produção dos carros, apontando o “excelente trabalho enfrentando os desafios globais da cadeia de suprimentos e logística”.

E, acredite, os resultados podem ser maiores. “Nosso lucro líquido e resultados de fluxo de caixa serão anunciados junto com o restante de nosso desempenho financeiro quando divulgarmos os lucros do segundo trimestre. Nossa contagem de entrega deve ser vista como um pouco conservadora, já que só contamos um carro como entregue se for transferido para o cliente e toda a papelada estiver correta. Os números finais podem variar em até 0,5% ou mais. As entregas de veículos da Tesla representam apenas uma medida do desempenho financeiro da empresa e não devem ser consideradas um indicador de resultados financeiros trimestrais, que dependem de uma variedade de fatores, incluindo o custo das vendas, movimentos cambiais e combinação de veículos diretamente alugados”, explicou a empresa em comunicado oficial.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!