O dia 4 de julho é uma data importante nos Estados Unidos. Nesse dia é comemorado o aniversário da independência do país norte-americano e é uma época em que os cidadãos demonstram seu patriotismo. O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, nascido nos EUA, também demonstrou todo seu amor pela sua bandeira e postou um vídeo bastante inusitado em suas redes sociais.

Usando uma prancha com hidrofólio elétrico, que possui um motor para manter o usuário em movimento, o bilionário aparece carregando uma enorme bandeira dos EUA sob a água. Como se não bastasse isso, a trilha sonora que acompanha o momento glorioso é “Take me home”, do falecido cantor country John Denver.

publicidade

A música é uma grande declaração de amor ao estado americano da Virgínia Ocidental. Registrando mais de 500 mil visualizações no Instagram e no Facebook de Mark Zuckerberg em poucas horas, o vídeo de pouco mais de um minuto viralizou rapidamente. Confira:

Happy July 4th! 🇺🇸

Publicado por Mark Zuckerberg em Domingo, 4 de julho de 2021

Mark Zuckerberg comemora o 4 de julho

“Eu vi, então agora você tem que ver também. Sinto muito”, disse um internauta. “Esta é a pior coisa que já existiu”, brincou outro. “Os bilionários se tornam incrivelmente esquisitos por causa do dinheiro ou eles se tornam bilionários porque são incrivelmente esquisitos?”, completa outro comentário.

Mark Zuckerberg não se pronunciou sobre o vídeo.

Leia mais:

No fim do mês passado, o fundador do Facebook ficou fora da lista dos 100 principais CEOs dos Estados Unidos, realizada pelo Glassdoor. o site de busca de empregos divulgou sua classificação atualizada dos executivos mais bem avaliados no país norte-americano. Todo o cálculo é feito com base em feedbacks dos próprios funcionários das empresas e resultam em uma porcentagem de aprovação de seus respectivos CEOs.

Segundo os feedbacks dos trabalhadores do Facebook, a avaliação positiva de Mark Zuckerberg caiu principalmente nos últimos meses do ano passado e no começo deste ano, época em que a rede social batalhou para gerenciar as consequências da eleição presidencial dos Estados Unidos e para combater a desinformação em torno da pandemia de coronavírus em sua plataforma.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!