As ações da Apple fecharam em alta recorde na quarta-feira (7). Os preços dos papéis da empresa da maçã encerraram o dia a US$ 144,57 (cerca de R$ 750, em conversão direta), valor que bate o maior preço anterior, estabelecido em janeiro deste ano. A capitalização de mercado total da companhia também subiu, chegando a US$ 2,4 trilhões (R$ 12,6 trilhões).

Antes de chegar ao fechamento recorde, as ações da gigante da tecnologia de Cupertino subiu 1,8%, na quarta-feira, na Bolsa de Nova York, a maior do índice Dow Jones. Foi o sétimo dia consecutivo de elevação nos valores, a sequência mais longa da empresa. O total, porém, ainda está um pouco abaixo do valor recorde intradiário, que é de US$ 145,09 (R$ 763), também de janeiro.

publicidade

Leia mais:

Até agora em 2021, as ações da Apple subiram cerca de 9%, percentual, porém, abaixo do observado em outras empresas do ramo de tecnologia. Já o índice S&P 500, que tem a empresa comandada pelo CEO Tim Cook como maior contribuinte, ganhou 16%.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me.

A expectativa agora é de que as vendas do iPhone continuem a subir nos próximos seis meses. O recorde surge, de acordo com o site Apple Insider, em meio ao otimismo sobre as perspectivas de crescimento da marca.

No mês de maio, por exemplo, a analista Katy Huberty previu que a empresa poderia demonstrar, agora em julho, um trimestre melhor do que o esperado. Normalmente, esse período é o mais lento da Apple, mas a analista destacava que a empresa poderia superar as expectativas de Wall Street.

Os ganhos fiscais da Apple no terceiro trimestre serão divulgados oficialmente pela companhia de tecnologia de Cupertino no dia 27 de julho, em menos de três semanas.

iPhone. Imagem: shutterstock
A expectativa é que a venda de iPhones continue a subir. Imagem: Shutterstock

A Apple havia passado cinco anos do primeiro lugar no pódio de maiores empresas do planeta, voltando há seis meses depois que o valor da marca aumentou 87% no ano passado. Além da empresa da maçã, apenas a Microsoft tem valor de mercado superior a US$ 2 trilhões. Amazon, Alphabet (Google) e Facebook ainda não chegaram ao valor, mas já superaram o US$ 1 trilhão.

Via: Apple Insider / Vida Celular

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!