Para quem está iniciando na carreira, a escola de desenvolvimento web Trybe anunciou a quarta edição do curso Primeiros Passos na Programação. As aulas são gratuitas e estarão disponíveis ao vivo pelo canal da escola no YouTube entre os dias 19 e 22 de julho.

Para participar não é preciso nenhum conhecimento prévio de programação. Interessados devem se inscrever pelo site do programa até 19 de julho – que coincide com o primeiro dia de aula.

publicidade

Após garantir a participação, o estudante receberá todas as orientações por e-mail, para melhor aproveitamento das aulas.

Exemplo de programação JavaScript
Aulas serão gratuitas e têm início em 19 de julho. Crédito: Poring Studio/Shutterstock

As aulas serão ministradas por pessoas instrutoras e especialistas da Trybe e o principal objetivo do evento é passar conceitos base para quem quer aprender a programar, como introdução à lógica de programação, teoria sobre JavaScript – incluindo operadores e estruturas condicionais -, além de arrays, strings, estruturas de repetição e funções.

No último dia do curso, os participantes terão de realizar um desafio prático em Javascript, para selar os aprendizados dos dias anteriores.

“Milhares de pessoas já concluíram o nosso curso introdutório que é, inclusive, material de estudo para o processo seletivo da Trybe. São quatro dias de bastante conteúdo, que podem ser o primeiro passo para acessar um dos mercados com mais oportunidades hoje no Brasil”, diz João Duarte, CTO da Trybe.

Formação em programação

Fundada em agosto de 2019, a Trybe é uma escola de desenvolvimento web que oferece uma formação em programação com auxílio também na questão de amparo profissional aos estudantes.

Isso porque os currículos da escola são construídos em cima de experiência de mercado de trabalho de tecnologia, mantendo as disciplinas sempre atualizadas. Além disso, com a oferta do que eles chamam de “Modelo de Sucesso Compartilhado”, os alunos têm a opção de começar a pagar pelo curto apenas quando estiver trabalhando.

Veja também!

Anteriormente, os sócios fundadores da edtech também foram os criadores do AppProva, ferramenta gratuita que foi desenvolvida para ajudar estudantes em preparatórios do Enem e OAB. A startup foi vendida para a Somos Educação em 2017.

Em fevereiro de 2020, a Trybe recebeu R$ 42 milhões em rodada de investimentos série A liderada pelo fundo de investimentos Atlantico, e contou também com a participação da Canary, e.Bricks, Global Founders Capital, Maya Capital e Norte Ventures.

Segundo dados da empresa, até maio deste ano, mais de 90% dos profissionais formados pela Trybe conseguiram trabalho em até 3 meses após a conclusão do curso. A escola já formou mais de 100 mil pessoas.

*Nota atualizada em 16 de julho para correção de informação: as inscrições vão até 19 de julho.