Mais de 50 mil contas foram banidas de ‘Call of Duty: Warzone‘ na semana passada por fraudes e ofensas, anunciou a Raven Software no Twitter. A ação faz parte do trabalho constante da Activision em encontrar e eliminar trapaceiros dentro do battle royale gratuito.

No post (confira abaixo), a desenvolvedora diz que “já fazia um tempo” desde a última rodada de banimentos. No entanto, na semana entre 11 e 16 de julho, foram feitas duas atualizações para expulsar os usuários que agiam dentro do game com má conduta.

publicidade

‘Warzone’ tem lutado há muito tempo contra trapaceiros (cheaters), e essa eliminação em massa é apenas o esforço mais recente para combatê-los. Em maio, pouco depois do game ter alcançado 100 milhões de jogadores e antes da chegada da season 3, a Raven Software chegou a remover mais de 30 mil contas em um único dia, elevando o número total de banimentos para mais de meio milhão.

Mesmo com o número expressivo de usuários fora do jogo, é possível que cheats e vantagens ilegais de outros tipos ainda existam no First Person Shooter (FPS) on-line. Como forma de eliminar o problema de uma vez por todas, a Activision segue estudando formas de banimentos diários e até mesmo de bloquear o jogo no console ou PC que o trapaceiro utilizar.

call of duty alcança 100 milhões e tem nova season. Imagem: Activision/Divulgação
‘Call of Duty: Warzone’ bane mais 50 mil contas por trapaças e ofensas. Imagem: Activision/Divulgação

A frustração da comunidade de jogadores do game com cheaters se espalhou, inclusive, para gamers profissionais, de acordo com o site PC Gamer. Charlie “MuTeX” Saouma, ex-campeão mundial de ‘Call of Duty’ e detentor do recorde de mais mortes em ‘Warzone’, quase teve a conta banida e precisou provar em live que não estava trapaceando.

Atualmente, ‘Call of Duty: Warzone’ está em sua 4ª temporada, intitulada “Reloaded“. Vale ressaltar que o título é gratuito e está disponível para PC, PlayStation 4 (PS4) e Xbox One. Uma versão aprimorada para PlayStation 5 (PS5) e Xbox Series X/S está em desenvolvimento.

Leia mais:

Fonte: PC Gamer

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!