Nesta terça-feira (20), foi revelado que o deputado federal Eduardo Bolsonaro teve seu perfil bloqueado no Facebook. No entanto, ainda hoje, a rede social liberou o acesso a conta do filho do presidente e disse que houve um engano.

Até então era esperado que o bloqueio durasse até pelo menos 14 de agosto, cumprindo o prazo de 30 dias exigido pela plataforma. No entanto, a empresa disse que ocorreu um erro. “O post de Eduardo Bolsonaro foi removido indevidamente e já foi restaurado. A consequente restrição foi levantada do perfil do deputado”, diz a nota enviada pelo Facebook ao Olhar Digital.

publicidade

Leia mais:

Eduardo Bolsonaro no Facebook

Não há detalhes sobre o post feito por Eduardo Bolsonaro que causou o bloqueio no Facebook. O jornal O Globo afirmou que publicações do deputado tinham frases supostamente ditas por Adolf Hitler. Mas a informação não foi confirmada pela nota enviada pela plataforma.

O jornal ainda diz que Eduardo entrou com uma ação na Justiça solicitando o desbloqueio e alegou que não teve direito de defesa. Não se sabe se a liberação tem relação com o pedido.

Apesar disso, é comum o Facebook bloquear postagem e depois liberá-las, já que muitas vezes esse banimento é feito pela inteligência artificial da rede social. Até passar por uma revisão de um funcionário humano, a página fica fora do ar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!