Imagine que alegria para a suspensão dos veículos nunca mais cair em um buraco. É isso que um sistema desenvolvido pelo Instituto Coreano de Engenharia Civil e Tecnologia de Construção (KICT) faz. Com o uso de inteligência artificial, o carro é capaz de detectar buracos automaticamente nas estradas. Os pesquisadores já pensam em um futuro com mais veículos autônomos pelo trânsito.

O sistema criado pelo instituto foi projetado para ser instalado no para-brisa dos automóveis a fim de detectar os buracos nas superfícies das rodovias em tempo real. A ideia é justamente evitar que os carros sejam danificados ou que acidentes aconteçam, colocando em risco a vida dos ocupantes do veículo.

publicidade

Leia mais:

Os desenvolvedores usaram dados da própria Coreia do Sul para realizar o projeto. No país, os buracos surgem nas vias principalmente em estações chuvosas. Em agosto de 2020, por exemplo, a capital Seul estabeleceu um recorde com mais de 7 mil notificações de buracos após chuvas intensas na cidade. Entre 2016 e 2018, o país todo relatou quase 658 mil buracos nas vias.

A dor de cabeça é maior quando se pensa nos prejuízos. Foram gastos 4,6 bilhões de won (cerca de R$ 20,7 milhões) na Coreia do Sul inteira para compensar os danos causados pelos buracos nas ruas, além de 1,7 trilhão de won (cerca de R$ 7,6 bilhões) na reparação das estradas.

Fila de carros em um engarrafamento
O sistema que usa inteligência artificial deve ser afixado no para-brisa dos carros. Imagem: Life Of Pix/Pexels

Para gerenciar o problema, o primeiro passo é detectar seções danificadas. Além dessa análise macro das rodovias, a tecnologia do KICT pode ser usada em veículos pessoais e até mesmo câmeras de smartphones, ajudando governos regionais, que normalmente contam com inspeções visuais feitas por pessoas, a aplicar o sistema.

A equipe liderada por Seungki Ryu desenvolveu a nova tecnologia de modo que ela fotografe a superfície através do sensor. Os danos são segmentados pelo modelo de inferência de inteligência artificial, usando uma rede codificadora-decodificadora baseada na arquitetura FCN (rede neural totalmente convolucional).

A tecnologia do instituto é testada, atualmente, pelos governos das cidades de Gwangju, Goyang-si e Gimhae-si. Os pesquisadores querem ampliar o uso do sistema. “É essencial manter as instalações rodoviárias em boas condições na próxima era de veículos autônomos. Esta tecnologia baseada em IA tornará o gerenciamento eficaz da superfície da estrada muito mais fácil”, garantiu Seungki Ryu.

Via: News Wise

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!