A vacinação contra a Covid-19 avança em todo o país e a expectativa é que nos próximos meses toda a população adulta esteja imunizada. No entanto, a eficácia de cada vacina muda e os efeitos colaterais no corpo de cada um também. Mas será que eu posso ingerir bebida alcoólica depois de tomar a vacina?

O dito popular diz que o álcool pode enfraquecer o sistema imunológico e diminuir a ação do imunizante no corpo humano. No entanto, isso é um mito. Não há, em nenhuma das vacinas contra a Covid-19 usadas atualmente, qualquer tipo de contraindicação ao consumo de bebida alcoólica após tomar a vacina.

publicidade

Bebida alcoólica após tomar vacina

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBim) nenhuma vacina, incluindo as usadas contra a Covid-19, tem seu efeito alterado pelo álcool. A bula dos imunizantes, inclusive, não fala nada sobre isso. A própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já se posicionou sobre o tema e disse que não há estudos que mostrem algum impacto do consumo de álcool na vacinação.

“Nenhuma vacina, incluindo as para prevenir a Covid-19, contraindica o consumo de bebida alcoólica ou exige precauções. Não há qualquer interferência na resposta imunológica ou aumento do risco de eventos adversos”, diz a SBim.

Leia mais:

Ainda assim, o órgão ressalta que, apesar de não haver comprometimento do efeito da vacina, o consumo crônico de bebidas alcoólicas pode tornar o sistema imunológico mais fraco, fazendo com que a pessoa fique mais vulnerável a infecções e contaminação com vírus.

“Apesar disso, é importante ressaltar que o uso crônico e abusivo de álcool pode enfraquecer o sistema imunológico, aumentar o risco de infecções por vírus e bactérias, além de trazer diversos outros prejuízos à saúde e à vida”, explica o trecho.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!