Benyamin Ahmed é o novo bem-afortunado do mundo dos ativos digitais. O garoto de 12 anos ganhou cerca de £ 290 mil – mais de R$ 2 milhões, na conversão atual – em troca de uma série de obras digitais que ele mesmo desenvolveu e apelidou carinhosamente de ‘Weird Whales’, ou ‘Baleias Estranhas’, em livre tradução livre.

O jovem morador de Londres, no Reino Unido, vendeu suas obras como NFTs – “tokens não fungíveis”. Obras vendidas neste formato geram uma espécie de certificado digital de propriedade para o comprador.

publicidade

A pequena fortuna de Benyamin está guardada em uma carteira digital na Ethereum, o que pode ser um tanto arriscado quanto muito rentável.

Em formato de criptomoeda, o valor arrematado pelo jovem pode sofrer grandes alterações, sendo elas positivas ou negativas, devido à volatilidade do mercado de criptoativos.

“Meu conselho para outras crianças que talvez queiram entrar neste espaço é não se obrigar a fazer codificação, talvez porque haja pressão dos colegas — assim como se você gosta de cozinhar, cozinhe, se gostar de dançar, dance, apenas faça o melhor que puder”, disse o menino de 12 anos, em entrevista à BBC.

Leia também!

Benyamin Ahmed e seu irmão Yousef são incentivados a codificar desde muito novos por seu pai, Imran, que trabalha com desenvolvimento de software e finanças tradicionais.

“Era meio que um exercício divertido — mas percebi muito cedo que eles eram muito receptivos e muito bons nisso”, afirmou o pai.

A coleção com 3.350 baleias pixelizadas não é a primeira e nem será a última criação de Benyamin. O garoto já criou um outro conjunto artístico inspirado no jogo Minecraft e está desenvolvendo mais criações com o tema de super-heróis.

Créditos da imagem de destaque: Reprodução/Redes Sociais/Benyamin Ahmed

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!