O primeiro lançamento de um foguete da Astra falhou. O veículo deslizou de lado e não conseguiu alcançar a órbita, neste sábado (28), no complexo do porto espacial do Pacífico em Kodiak, Alasca. Essa foi a primeira tentativa de lançamento de um foguete da companhia desde que ela abriu o capital.

O primeiro motor falhou um segundo após a ignição, fazendo com que o Astra deslizasse de lado a alguns metros do solo antes de alçar voo. Propositalmente, a equipe de segurança do voo paralisou os motores com apenas 2 minutos e 28 segundos de voo, depois que um pedaço do foguete pareceu quebrar.

publicidade

Leia mais:

Antes de voltar à Terra, o foguete chegou a alcançar uma altitude de quase 50 mil metros, metade do caminho até a linha de Kármán, considerada o limite entre a atmosfera e o espaço exterior. O lançamento deveria ter sido realizado na véspera, mas o evento foi adiado quando o sistema de orientação do foguete solicitou o cancelamento, por causa de um problema de configuração do motor.

Em entrevista ao canal CNBC, Chris Kemp, CEO da Astra, minimizou os problemas e demonstrou otimismo. “Obviamente não houve sucesso em colocar nada em órbita, mas foi um voo em que aprendemos muito”, destacou Kemp. O foguete em questão é chamado Veículo de Lançamento 0006 (ou LV0006).

Em sua conta no Twitter, o CEO da companhia publicou um vídeo com o momento em que o foguete se move de lado. Para ele, a tentativa contribuiu para uma “quantidade enorme de dados” que serão revisados. Kemp ainda acrescentou que a Astra planeja usar o que aprendeu e aplicar ao foguete LV0007, atualmente em produção.

Na publicação, ele destacou que duas coisas ficaram claras. Primeiro, o desligamento do motor logo após o lançamento. “Tudo que aconteceu em seguida me deixou incrivelmente orgulhoso da nossa equipe. O espaço pode ser complicado, mas, como esse foguete, nós não vamos desistir”, completou Chris Kemp.

Confira o vídeo do foguete Astra:

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!