O YouTube bateu a marca de 50 milhões de usuários em suas versões pagas, tanto a Premium quando a Music. As assinaturas da plataforma começaram há cerca de meia década. No entanto, o serviço foi intensificado nos últimos anos, com conteúdos exclusivos e a plataforma de música, que concorre com outros sistemas como Spotify e Apple Music.

Recentemente, o YouTube anunciou que já pagou mais de US$ 4 bilhões para a indústria musical em artistas que estão presentes na plataforma.

publicidade

“Já faz quase seis anos desde que iniciamos nossa jornada de assinaturas no YouTube, e, hoje, estamos felizes em compartilhar que ultrapassamos o marco de 50 milhões de assinantes no Music e no Premium, incluindo usuários em teste gratuito. É uma honra oferecer uma assinatura que ajuda as pessoas a mergulhar mais fundo na música, no aprendizado, na moda, nos jogos e muito mais, enquanto apoiamos os criadores e artistas que tornam tudo isso possível”, agradeceu a rede social no anúncio.

YouTube Premium e parcerias

Além das assinaturas do Premium, o YouTube declarou recentemente que que seu programa de parceria chegou a marca de dois milhões de criadores. O programa permite que usuários que produzem conteúdo para plataforma ganhem dinheiro por meio dela.

Além do Premium, de acordo com o diretor de produtos do YouTube, Neal Mohan, os números de novos canais que aderiram ao programa de parceria em 2020 mais que dobraram quando comparado com 2019.

Leia mais:

Mohan relatou que o número de canais no YouTube que recebem mais de seis dígitos aumentou 35% ano após ano. No entanto, o executivo não informou o número de criadores de conteúdo que ganham essa quantia.

Apesar de muito atrativo, não são todos os criadores que se enquadram no programa de parceria da plataforma pertencente ao Google. Entre as regras para passar a receber do YouTube é necessário ter no mínimo mil inscritos e quatro mil horas de tempo de exibição geral nos últimos 12 meses.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!