Produtos e Reviews

LG anuncia tela dobrável dura como vidro e flexível como plástico

Por André Fogaça, editado por André Lucena
07/09/21 20h42, atualizada em 07/09/21 20h54
Tela flexível da LG (Imagem: divulgação/LG Chem)

Tela flexível da LG (Imagem: divulgação/LG Chem)

A LG anunciou nesta terça-feira (7) a criação de um novo material para telas dobráveis, focando seu objetivo em smartphones. No lugar de ter vidro realmente dobrável, algo ainda longe da realidade, a empresa coreana afirma ter melhorado a película protetora deste componente ao ponto de até pensar em usar somente ela no dispositivo.

Nós já temos celulares dobráveis e este cenário não é relativamente novo, mas estes aparelhos ainda precisam de uma película para proteger o display flexível logo abaixo – frágil o suficiente para ser marcado com a unha do usuário. A LG não está mais no segmento de smartphones, mas ela ainda é uma das melhores fabricantes de componentes para eles e um destes produtos pode ser uma nova tela.

Leia também

A criação é da LG, mas dentro da divisão de produtos químicos da empresa coreana, chamada de LG Chem. Segundo a companhia, seu novo material pode ser firme como o vidro, enquanto continua sendo flexível o suficiente para ser dobrado como um plástico tradicional.

Tela flexível da LG (Imagem: divulgação/LG Chem)

A LG não detalha qual é este material e nem mesmo como ele funciona, limitando a explicação para um “plástico PET” no meio das camadas desta cobertura. Levando em conta apenas este nome da parte intermediária, ela pode ser alguma variação do politereftalato de etileno presente na garrafa de água ou refrigerante.

Tela da LG é mais durável que as atuais

“A competitividade de preço é superior em comparação com o filme existente e, devido à sua excelente flexibilidade, a durabilidade é mantida mesmo ao dobrar mais de 200 mil vezes. A LG Chem também fez melhorias significativas nas linhas de dobra que ocorrem nas peças dobráveis da tela”, diz a LG.

A quantidade de dobras chega a ser maior do que as promessas feitas pela Samsung para os aparelhos dobráveis, chamando atenção para a possibilidade deste movimento deixar menos marcas ou vincos.

A empresa não demonstrou o produto na prática, nem mesmo estes testes de durabilidade, mas promete que ele é transparente o suficiente para a leitura tradicional de conteúdo logo abaixo. A LG pretende começar a produção em massa deste tipo de tela a partir do ano que vem, para ter escala industrial apenas em 2023.

A confiança da LG Chem é tão grande que a empresa chega a cogitar a possibilidade de remover o plástico do meio, para entregar a tela apenas com essa nova cobertura.

Via: LG.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você