Nesta quinta-feira (16), o Facebook está anunciando o lançamento de novos produtos e também de recursos para proprietários de negócios. Isso por conta das ameaças aos seus negócios direcionados a anúncios impulsionados pelos novos recursos de privacidade da Apple, que permitem aos usuários optarem por não serem rastreados em seus aplicativos iOS.

A grande empresa das redes sociais argumentou que as mudanças da Apple afetariam pequenas empresas que dependiam dos anúncios do Facebook para conseguir chegar aos seus clientes. Sem sucesso, o mercado está mudando para algo mais focado na privacidade do usuário, em que a personalização e o direcionamento são mais uma experiência opcional. 

publicidade

Com isso, à medida que a capacidade de rastrear consumidores caiu, poucas pessoas estão optando pelo rastreamento, O Facebook lança novos recursos que possibilitam às empresas se posicionar melhor diante de públicos relevantes, incluindo anúncios que conversem com clientes em aplicativos do Facebook, gerando leads, por exemplo.

No início de 2021, o Facebook começou a testar uma forma dos clientes explorarem negócios no feed de notícias, através de seus temas de interesse como beleza, condicionamento físico e roupas. O recurso permite que as pessoas conheçam novos negócios e com o tempo, poderia se transformar em um bloco de anúncios, onde as empresas poderiam pagar por um posicionamento.

Além disso, o Facebook facilita o bate-papo das empresas com os clientes, pois podem comprar anúncios que incentivam as pessoas a enviá-los nas várias plataformas (Messenger, Instagram Direct ou WhatsApp). Sem contar que terá vinculo com o WhatsApp com a justificativa que muitas empresas se vendem ou administram lojas no Instagram e usam a outra rede social para se comunicar.

Leia mais:

O Facebook também pretende testar algo chamado “Contas de trabalho”, para permitir que os proprietários de empresas acessem seus produtos comerciais, como o Business Manager, e ainda separado de sua conta pessoal do Facebook.  As contas de trabalho serão testadas até o final do ano com um pequeno grupo de empresas, e de acordo com a plataforma, a ideia é expandir a disponibilidade em 2022.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!