A atividade física é uma das coisas mais importantes que as pessoas podem fazer para aumentar o número de anos saudáveis ​​em sua vida, e os especialistas dizem que é importante começar cedo. A boa notícia é que você não precisa acompanhar os apaixonados por ginástica ao longo da vida para melhorar sua saúde.

Inclusive, perdemos cerca de 30% da nossa massa muscular e 50% da força na vida adulta. Os praticantes de exercícios sustentam níveis mais elevados de massa por mais tempo, de modo que começam seu declínio de um ponto mais alto do que seus pares sedentários. Embora você ainda possa adicionar músculos aos 80 e 90 anos, torna-se muito mais difícil, disseram os pesquisadores.

publicidade

A pesquisa do Kevin Murach, fisiologista do exercício e biólogo muscular da Universidade de Arkansas, sugere que as pessoas que praticam atividade física no início da vida e fazem uma longa pausa, podem construir músculos mais rapidamente.

Um número cada vez maior de americanos mais velhos que praticam atividade física há décadas graças às tendências do condicionamento físico quando eram mais jovens, disseram os pesquisadores. Isso deu aos fisiologistas um grupo de pessoas de alto desempenho que pode ser comparado com os viciados em televisão ao longo da vida. Os praticantes de exercícios são claramente mais fortes e saudáveis. 

exercício

Scott Trappe, diretor do Laboratório de Performance Humana da Ball State University, disse que os praticantes de exercícios de longa data têm uma reserva fisiológica maior que os ajuda a se recuperar de doenças ou lesões em seus anos de aposentadoria. 

A maioria dos especialistas disse que há motivos para pensar que você provavelmente não será um campeão master se fizer seu primeiro exercício aos 60/ 70 porque está começando tardiamente. É mais fácil manter a força e a forma física do que aumentá-la, pontuou Thomas Buford, diretor do Centro de Medicina do Exercício da University of Alabama-Birmingham:“A maior parte do que estamos falando é prevenir o declínio.”

Uma curiosidade é que independente de fazer atividade física ou não, perdemos massa muscular com o tempo. Você não precisa ter grandes músculos para ser forte, mas os especialistas dizem que a massa se correlaciona com a força.

A composição dos músculos muda, com menos fibras e mais curtas. Em pessoas mais pesadas e sedentárias, os depósitos de gordura podem fazer os músculos parecerem bife marmorizado, além de que, indivíduos mais velhos também têm menos mitocôndrias, o que facilita as contrações musculares. Portanto, todos esses problemas acabam sendo piores em pessoas sedentárias e alguns podem ser melhorados com atividade física.

Leia mais:

Um cérebro saudável acaba sendo a chave para músculos fortes porque começam a dar os sinais que os controlam. Nossos cérebros normalmente se atrofiam com o decorrer da idade e isso afeta as partes que controlam a função motora e o pensamento. Isso pode tornar os movimentos habituais – como caminhar – mais desafiadores.

A melhor atividade para o cérebro é o exercício aeróbico. Por outro lado, o levantamento de peso pode construir lentamente melhores conexões entre os nervos e os músculos. Tanto que muito da melhora que as pessoas sedentárias experimentam durante as primeiras oito semanas é devido a essa coordenação neuromuscular melhorada, comentou LeBrasseur.

A maioria das pessoas mais velhas não começa a praticar atividade física na aposentadoria com o objetivo de que se tornará uma campeã. Isso porque alguns tiveram um susto quando o estado de saúde deixou em uma beco sem saída: mudar ou morrer. Alguns querem ter energia para viajar e outros querem acompanhar os netos, por exemplo.

Sendo assim, em qualquer idade, atividade física simples como caminhar podem ajudar as pessoas a evitar quedas ou o dia em que precisarão de um andador ou cadeira de rodas. “Nunca há um momento em sua vida em que aumentar sua atividade física não seja benéfico”, concluiu Austad.

Fonte: Medical Xpress