Por nome talvez fique um pouco difícil lembrar, mas Roald Dahl é o autor de diversos livros infantis transportados para as telas. Agora, a plataforma Netflix adquiriu a Roald Dahl Story Company, assumindo as obras do autor britânico. É basicamente comprar o ingresso dourado na guerra dos streamings.

Os personagens mais famosos criados por Dahl são Willy Wonka e a bruxinha Matilda. O escritor é o responsável por obras como ‘A Fantástica Fábrica de Chocolates’, ‘James e o Pêssego Gigante’, ‘Convenção das Bruxas’, ‘O Bom Gigante Amigo’ e ‘O Fantástico Senhor Raposo’.

Leia mais:

Muitos dos livros viraram filmes de grande destaque, como ‘Matilda’ com a ex-atriz Mara Wilson como a jovem protagonista e duas versões de ‘A Fantástica Fábrica de Chocolates’, uma de 1971, com Gene Wilder como o excêntrico dono fábrica, e outra de 2005, com Johnny Depp no papel de Wonka. ‘Convenção das Bruxas’ também tem dois filmes, o primeiro protagonizado por Anjelica Houston e o mais recente com Anne Hathaway.

publicidade

A Netflix anunciou a compra nesta quarta-feira (22). O negócio é considerado uma das maiores compras da plataforma de streaming até agora, mesmo sem os detalhes financeiros divulgados. A empresa já tinha um contrato na casa dos nove dígitos com a Roald Dahl Story Company, assinado em 2018, com direitos sobre 16 títulos do escritor.

Ainda como parte do acordo anterior, Taika Waititi e Phil Johnston trabalham no desenvolvimento de uma série baseada no mundo de Charlie, da ‘Fábrica de Chocolates’. Já a Sony, junto a Working Title, prepara uma adaptação musical de ‘Matilda’.

O filme 'Matilda' é baseado na obra de Roald Dahl
‘Matilda’ é um dos filmes baseados na obra de Dahl. Imagem: TriStar Pictures/Reprodução

A ideia com a compra é criar um único universo entre os filmes de animação e live-action, além de jogos, com “experiências imersivas, teatro ao vivo, produtos de consumo e muito mais”. O anúncio feito por Ted Sarandos, co-CEO da plataforma de streaming, e Luke Kelly, neto do escritor diretor administrativo da Roald Dahl Story Company, incluiu uma citação de ‘James e o Pêssego Gigante’.

“A Joaninha diz: ‘Agora estamos prestes a visitar os lugares mais maravilhosos e ver as coisas mais maravilhosas’. A centopeia responde: ‘Não há como saber o que veremos!’ A Netflix e a The Roald Dahl Story Company compartilham um profundo amor por contar histórias e uma crescente base de fãs global. Juntos, temos uma oportunidade extraordinária de escrever vários novos capítulos dessas histórias amadas, encantando crianças e adultos em todo o mundo para as gerações vindouras”, anunciaram.

Os livros escritos por Roald Dahl venderam mais de 300 milhões de cópias em 63 idiomas pelo mundo. O autor morreu em 1990, aos 74 anos de idade. Apesar de querido por sua obra, o escritor também colecionou problemas por ações preconceituosas, como comentários antissemitas e a retratação de personagens, os Oompa-Loompas, como escravos pigmeus africanos maltratados. A família de Dahl e a companhia pediram desculpas pelos comentários dele em 2020.

Via: The Guardian / Deadline / The Hollywood Reporter

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!