Pessoas de movimentos antivacina dos Estados Unidos estão protagonizando um cenário bastante curioso no país. Com casos de Covid-19 em alta entre os não vacinados, o país vê sobrarem vacinas em postos de imunização e faltar ivermectina, remédio comprovadamente ineficaz contra a Covid-19.

A falta do medicamento, inclusive, está afetando o bem-estar de animais, como bois, vacas, cães e cavalos. A principal função da ivermectina é matar parasitas intestinais e alguns parasitas externos, como piolhos, ácaros e carrapatos, em animais de criação.

publicidade

Nos Estados Unidos, também é vendida uma outra versão da ivermectina, que é usada como preventivo mensal contra a dirofilariose. Esta doença é bastante comum em cães, mas também pode acometer gatos e até seres humanos, e é causada por uma espécie de verme que ataca o sistema circulatório.

Perigosa para humanos

De acordo com o epidemiologista veterinário da Universidade Estadual do Mississippi, David Smith, a ivermectina animal é bastante perigosa para humanos. Segundo ele, existem avisos no rótulo do produto sobre cuidado, inclusive, para contato do produto com a pele.

Contudo, o que mais tem preocupado Smith e outros criadores de gado e cavalos é o fato de que o medicamento possa faltar nas prateleiras de lojas de produtos veterinários. Segundo o pesquisador, sem o uso da droga, os parasitas tendem a crescer e prejudicar a saúde e o crescimento dos animais.

Preocupação entre os criadores

Soro cavalo
Criadores de animais se preocupam com o bem-estar de suas criações caso falte ivermectina. Crédito: Instituto Vital Brazil/Divulgação

Já existe alguma preocupação de que criadores de gado e cavalos não encontrem ivermectina quando precisarem dela. O veterinário, no entanto, disse que em seu consultório, especificamente, ainda não faltou o remédio, mas que a possibilidade é bastante factível.

Em entrevista à rede de TV local WTVA News, da cidade de Starkville, no Mississippi, David Smith declarou que a ivermectina é exclusiva para uso animal e não tem eficácia contra a Covid-19. O veterinário ainda disse que, caso contraia a doença, jamais faria uso dessa medicação.

FDA contraindica a ivermectina

Em uma nota técnica divulgada no último dia 10 de setembro, o FDA, órgão dos Estados Unidos similar à nossa Anvisa, declarou que, em humanos, a ivermectina é aprovada apenas para tratamento de estrongiloidíase intestinal e oncocercose, duas doenças causadas por vermes parasitas.

Leia mais:

A agência também reforçou que não recomenda o uso da droga contra a Covid-19. Além disso, a ingestão de altas doses do medicamento pode ser perigosa e causar, inclusive, overdose. Por fim, o órgão alertou para os perigos do uso de qualquer medicamento sem prescrição médica.

Via: WTVA News

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!