O governo do Rajasthan, estado da Índia, cortou a internet de milhões de pessoas no último domingo (27) por um motivo bem inusitado: evitar que professores trapaceassem no Exame de Elegibilidade para Professores do Rajastão (REET).

Segundo o The Register, o exame foi aplicado para mais de 1,6 milhão de pessoas, mas o número de cidadãos que ficou sem acesso à internet é bem maior. A justificativa das autoridades é que a medida evitou que os candidatos buscassem respostas na web.

publicidade

Internet na Índia

A estimativa é que pelo menos 8,5 milhões de indianos tenham ficado sem conexão no domingo. “O desligamento da internet está fadado a causar perdas econômicas, um impacto na educação, saúde e outros esquemas de bem-estar”, disse o Indian Software Freedom Law Center em um blog sobre o fechamento.

“O desligamento da internet durante uma pandemia pode ser especialmente grave, considerando que os cidadãos dependem da internet para obter informações, trabalhar e estudar na Índia”, completou ainda.

Ainda de acordo com o The Register, é comum a população dessa parte da Índia ficar horas e às vezes dias sem internet e que muita gente não estanha mais. Os motivos são sempre vagamente explicados.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!