Na terça-feira (28), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou mais 2,4 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para o Ministério da Saúde. De acordo com a instituição, está prevista uma nova remessa até o fim desta semana.

Com isso, até o final deste ano, a meta da Fiocruz é entregar ao PNI vacinas com ingrediente farmacêutico ativo (IFA) produzido no Brasil. Isto irá garantir ao país independência científica e também segurança na fabricação do imunizante, evitando que haja futuros problemas na produção.

publicidade

Fiocruz disponibiliza mais de 2 milhões de doses

A Fiocruz, por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), entregou mais de 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 ao Ministério da Saúde.

Com isso, o total é de 4,5 milhões de doses entregues ainda nesta semana. O novo lote faz com que a fundação alcança cerca de 101 milhões de vacinas disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), sendo que o número foi alcançado em só oito meses.

Leia mais:

Dois dias antes, a fundação também entregou cerca de 1,5 milhão de doses da vacina Covid-19 para o Ministério da Saúde. As doses foram liberadas através de duas remessas, sendo uma com 50 mil doses para o estado do Rio de Janeiro e as demais para o almoxarifado designado pelo MS, com o objetivo de serem distribuídas aos outros estados.

Através de uma nota, foi informado que “a entrega reforça o PNI e garante a continuidade da vacinação em todo o país. Até o fim deste ano, a Fiocruz prevê entregar ao PNI 6 milhões de doses da vacina contra covid-19 produzidos com Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) nacional”

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!