Pesquisadores descobriram uma ligação entre uma variante genética e duas doenças bastante distintas: o Alzheimer e a Covid-19. Tudo isso por uma mudança no gene OAS1, que é capaz de aumentar o risco de Alzheimer entre 3 e 6% na população em geral. Enquanto isso, alterações no mesmo gene também podem aumentar a probabilidade de casos graves de Covid-19.

O estudo liderado por cientistas da University College London (UCL) pode aumentar as chances de tratamentos que rastreiam as chances de pacientes desenvolverem essas doenças. Além disso, os resultados ainda podem ser usados em outras doenças infecciosas e neurológicas.

publicidade

Covid-19 e o gene que aumenta chances de Alzheimer

“Embora o Alzheimer seja caracterizado principalmente pelo acúmulo prejudicial de proteína amilóide e emaranhados no cérebro, há também uma extensa inflamação no cérebro que destaca a importância do sistema imunológico na doença de Alzheimer. Descobrimos que algumas das mesmas alterações no sistema imunológico podem ocorrer na doença de Alzheimer e no Covid-19″, disse o Dr. Dervis Salih, autor principal do estudo.

“Em pacientes com infecção grave de Covid-19, também pode haver alterações inflamatórias no cérebro. Aqui nós identificamos um gene que pode contribuir para uma resposta imune exagerada para aumentar os riscos de Alzheimer e Covid-19”, completou.

Para chegar ao resultado, os pesquisadores avaliaram 2.547 pessoas, metade das quais com doença de Alzheimer. Os estudos mostraram que uma variação do gene OAS1 chamada rs1131454 torna as pessoas mais propensas a terem Alzheimer.

No entanto, essa variante também está relacionada com outras variantes do mesmo gene que podem aumentar em até 20% as chances de casos graves em pacientes que tiveram Covid-19.

“Nossas descobertas sugerem que algumas pessoas podem ter aumentado a suscetibilidade à doença de Alzheimer e Covid-19 grave, independentemente de sua idade, já que algumas de nossas células imunológicas parecem ter uma mecanismo molecular em ambas as doenças”, disse Naciye Magusali, que também faz parte do projeto.

Via MedicalXpress

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!