A razão pela qual a EA Sports está cogitando mudar o nome da popular franquia de futebol foi revelada: muito dinheiro. De acordo com reportagem publicada pelo jornal The New York Times, a Fifa pediu mais do que o dobro do valor atual para renovar o contrato de licenciamento que permite à desenvolvedora utilizar o nome da entidade na série de games.

A Fifa quer receber mais de US$ 1 bilhão a cada quatro anos, o ciclo estabelecido pelas Copas do Mundo. Ainda conforme a matéria, a entidade também quer limitar a monetização do jogo – algo que teria sido a “cereja do bolo” para que a Electronic Arts (EA) repensar a ligação com a marca.

publicidade

O texto do New York Times ainda explica que a federação quer limitar as oportunidades de monetização da EA que podem ser encontradas no jogo, Por outro lado, a desenvolvedora estuda meios de explorar ainda mais as formas de ganhar dinheiro com a franquia, incluindo “destaques de jogos em tempo real, torneios virtuais e produtos digitais como NFTs”.

fifa 22
Cartaz oficial de ‘FIFA 22’. Imagem: EA Sports/Divulgação

A organização e a empresa também discordam em relação à extensão dos direitos de exclusividade. Após divulgar que está busca de novas oportunidades de arrecadação com licenças, a Fifa solicitou que a utilização da marca pela EA se “limite apenas ao game em si”. O jornal afirma que uma decisão sobre a disputa deve ser divulgada até o fim de 2021.

‘FIFA 23’, mas sem o FIFA?

O fim do acordo entre a Fifa e a EA pode encerrar o uso da marca da maior franquia de games de futebol atualmente, que utiliza o nome da entidade desde 1993, quando foi lançado com o jogo ‘Fifa International Soccer’. Caso assim for, a desenvolvedora terá que rebatizar a série quanto o negócio atual de dez anos terminar – após a Copa do Mundo do Catar em 2022.

Há cerca de uma semana, a EA Sports revelou que já está explorando a ideia de mudar o nome da franquia, deixando claro que o hipotético fim da relação com a federação internacional de futebol não põe em causa a licença de uso dos clubes e jogadores. Ou seja, outros contratos com organizações como a Uefa e o FIFPro, sindicato mundial de jogadores, ainda garantem o uso de nomes de atletas e as características físicas, além de escudos, estádios e etc.

Leia mais:

O novo nome pode vir a ser revelado ainda em 2021, conforme o jornal, e já há um forte candidato: ‘EA Sports FC‘. O novo título foi recentemente revelado em uma patente registado pela EA e pode vir a ser o futuro da franquia, caso as negociações entre o estúdio e a FIFA não cheguem a um consenso.

Enquanto não há uma notícia oficial sobre a mudança de nome da franquia, ‘FIFA 22’ foi lançado recentemente para PlayStation 5 (PS5), PlayStation 4 (PS4), Xbox One, Xbox Series X/S, Nintendo Switch e PC. No review (leia aqui) feito pelo Olhar Digital, afirmamos que o novo jogo “evolui na nova geração de consoles com gráficos incríveis”.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!